Biografia
Depois de se apresentar no Rock in Rio, o rapper carioca Marcelo D2 também deixou seu nome gravado na história do SWU Music & Arts Festival 2011. O músico nasceu em 05 de novembro de 1967 e a música desde sua infância esteve presente em sua vida, seja pelo samba, rap, hip hop e até mesmo o rock.
Antes de iniciar sua carreira solo, D2 formou ao lado de seu amigo Skunk, o grupo Planet Hemp, que ganhou notoriedade no cenário musical na década de 90. A parceria de sucesso chegaria ao fim em 1994, quando Skunk faleceria em decorrência da AIDS. Sem Skunk, o grupo ficou próximo de chegar ao fim, mas superaram todos os boatos e continuaram, assinando um contrato com Sony Music, onde lançaram três álbuns.
Antes do grupo chegar ao fim em 2001, Marcelo D2 lançou seu primeiro álbum solo em 1998, que contava a vida do rapper, com destaque especial para a canção 1967, que narra em versos a trajetória do músico desde de seu nascimento em São Cristovão até o sucesso que conquistou com suas músicas. No primeiro ano do novo milênio, D2 lançou a coletânea Marcelo D2 apresenta Hip Hop Rio. Essa coletânea é recheada de sucessos dos mais diversos músicos do estilo, e também duas faixas do próprio D2.
O segundo álbum de Marcelo D2, A Procura da Batida Perfeita, foi lançado em 2003. A música que dá nome ao álbum é a versão em português da música Looking For The Perfect Beat, do norte-americano Afrika Bambaataa, considerado por muitos o pai do Hip-Hop. O maior sucesso do carioca, Qual é, também foi lançado neste álbum, que passou a ter a mistura do rap e do samba.
Em 2004 gravou o Acústico MTV – Marcelo D2, que vendeu mais de 50 mil cópias. Esse CD e DVD contou com a participação de seu ex-companheiro de Planet Hemp, BNegão, de will.i.am, um dos líderes do Black Eyed Pead, além de seu filho Stephan e de João Nogueira.
Outro sucesso de vendas, e com diversas participações, foi o álbum Meu Samba é Assim, lançado em 2006. Entre os músicos convidados estavam os sambistas Zeca Pagodinho e Arlindo Cruz. A divulgação desse trabalho rendeu ao cantor uma turnê na Europa, e uma apresentação no Rock in Rio Lisboa, em 2006.
A segunda coletânea do cantor foi lançada em 2007 pela série Perfil da gravadora Som Livre. No ano seguinte lançou o quarto álbum de estúdio, intitulado A Arte do Barulho, que segundo D2, surgiu com a ideia de mostrar ao público que ele não é uma celebridade como muitos pensavam. Novamente diversos artistas fizeram uma participação especial, entre eles Seu Jorge e Roberta de Sá.
Como já foi citado no post do Especial Rock in Rio, o cantor é fã do interprete Bezerra da Silva e por isso lançou em 2010 o álbum Marcelo D2 Canta: Bezerra da Silva, onde o rapper faz uma homenagem ao grande pernambucano que morreu em 2005.
O Grande Dia

A tarde já estava terminando quando o rapper subiu ao palco Energia e no inicio da apresentação tocou A Procura da Batida Perfeita, um de seus maiores sucessos, e como aconteceu no Rock in Rio, ele brindou com um copo de cerveja.
Outro fato, que já havia acontecido em setembro, foi a homenagem, sempre constante, de Marcelo D2 a seu grande ídolo, Bezerra da Silva. O rapper ainda contou com a presença de outros nomes da música, como Helinho, do Ponto de Equilíbrio, e Stephan, filho de D2.
D2 deixou o público quente para continuar curtindo os demais shows da noite.

Categorias:

Um Comentário

  1. Olá,
    Parabéns pelo blog! Estou seguindo.
    Segue lá também..

    http://estanteseletiva.blogspot.com/

    ResponderExcluir