Após relançar os grandes sucessos de Paulo Coelho, a editora Sextante lança, nessa última semana de julho, o novo livro do autor: Manuscrito encontrado em Accra (Skoob). Nesse livro, baseado em um manuscrito encontrado nas ruínas do Egito Antigo, o autor brasileiro que mais vende livros no país trata sobre os nossos princípios, dando ênfase ao medo e a frustação no nosso dia-a-dia. Conheça-o:

Manuscrito encontrado em Accra
Lançamento Original: 2012
ISBN: 9788575428221
Autor (a): Paulo Coelho
Tradução: -
Páginas: 176
Preço: R$19,90
Leia um Trecho: Clique Aqui
Resenha: Clique Aqui
Sinopse:
14 de julho de 1099. Enquanto Jerusalém se prepara para a invasão dos cruzados, um grego conhecido como Copta convoca uma reunião com os jovens e velhos, homens e mulheres da cidade. A multidão formada por cristãos, judeus e muçulmanos chega à praça achando que irá ouvir uma preleção sobre como se preparar para o combate, mas não é isso que Copta tem a lhe dizer. Tudo indica que a derrota é iminente, mas o grego só quer instigar as pessoas a buscarem a sabedoria existente em sua vida cotidiana, forjada a partir dos desafios e dificuldades que têm de enfrentar. O verdadeiro conhecimento, acredita, está nos amores vividos, nas perdas sofridas, nos momentos de crise e de glória e na convivência diária com a inevitabilidade da morte. Na tradição de O Profeta, de Khalil Gibran, o Manuscrito encontrado em Accra, de Paulo Coelho, é um convite à reflexão sobre nossos princípios e nossa humanidade.

Quem é Paulo Coelho? Consagrado no Brasil e no mundo, Paulo Coelho tem sua obra publicada em mais de 150 países e traduzida em 71 idiomas. Entre seus maiores sucessos estão O alquimista, considerado o livro brasileiro mais vendido de todos os tempos, e O diário de um mago.
Nascido no Rio de Janeiro, em 1947, trabalhou como diretor e autor de teatro, jornalista e compositor, antes de se dedicar à literatura. Suas parcerias musicais com o legendário Raul Seixas resultaram em clássicos do rock brasileiro.
Eleito para a Academia Brasileira de Letras em 2002, ocupa a cadeira 21. É casado, desde 1979, com a artista plástica Christina Oiticica.