Em evento realizado em Las Vegas, Estados Unidos, a Miss Universe Organization coroou pela 61ª vez a mulher mais linda do mundo no concurso Miss Universo. Olivia Culpo, representante dos Estados Unidos, foi eleita e substitui a angolana Leila Lopez, Miss Universo 2011.
O concurso de beleza mais importante do mundo foi criado em 1952 e é também um dos eventos mais assistidos. Em suas 61 edições, os Estados Unidos, com 8, e a Venezuela, com 6 títulos, são os maiores vencedores. Com dois títulos, o Brasil é o quinto colocado no ranking geral.
Em 2012 o Miss Universo contou com a participação de representantes de 88 países, sendo que Gabão e Lituânia fizeram suas estreias no concurso. Na primeira parte do evento, todas as misses desfilaram de biquíni e logo foram escolhidas as 16 semifinalistas. Em seguida, intercalando entre apresentações musicais, especiais sobre a vida das misses e sobre os dias que antecederam o concurso, o evento prosseguiu até que foram escolhidas as 10 mulheres mais bonitas do mundo.
As dez escolhidas desfilaram em elegantes trajes de gala, antes da escolha das cinco finalistas. Além de Olivia Culpo, que viria vencer o concurso, Renae Ayris (Austrália), Janine Tugonon (Filipinas), Irene Esser (Venezuela), e a brasileira Gabriela Markus foram as demais finalistas.
Antes do resultado final, as misses desfilaram ao som do australiano Timomatic e responderam as perguntas dos jurados. Para os especialistas, a resposta de Culpo para a pergunta da mexicana Ximena Navarrete foi determinante para o resultado final. Navarrete, Miss Universo 2010, perguntou sobre uma experiência de sua vida que Culpo não repetiria e a americana respondeu: “De cada experiência, seja boa ou má, se aprende algo. Assim é a vida. Arrependo-me de não ter sido mais carinhosa com meus irmãos quando pequena, porque quando crescemos nos damos conta de quanto os queremos realmente”. Mas Gabriela Markus também se saiu bem ao ser perguntada sobre a imagem passada por uma mulher de biquíni. Respondendo em português, Gabriela disse que “o que importa é mostrarmos quem somos interiormente e o que temos no coração”.
O evento ainda divulgou o resultado de outras premiações, como o de Miss Simpatia, título que ficou com a guatemalteca Laura Godoy; Miss Fotogênica, que foi eleita Diana Avdiu, representante de Kosovo; e o de Melhor Traje Típico, escolhido o traje da chinesa Ji Dan Xu.
Por fim, na anunciação do resultado final, a brasileira Gabriela Markus tinha grandes chances de ser eleita Miss Universo, porém ficou apenas na 5ª posição, seguida por Renae Ayris e Irene Asser. Janine Tugonon e Olivia Culpo estavam de mãos dadas quando os apresentadores nomearam a americana como a Miss Universo 2012. É o primeiro título dos Estados Unidos desde 1997, quando Brook Mahealani Lee venceu o concurso.
Após o evento, Gabriela Markus foi uma das mais assediadas pelos fãs. Gabriela revelou que as candidatas latinas estavam lhe apoiando e que os próprios americanos torciam por ela, considerada por muitos a mais bonita do concurso e real merecedora do título.
Muitos contestaram o resultado da Miss Universo 2012 por inúmeros motivos. O fato de Olivia Culpo, de 20 de anos, ter apenas 1,66 de altura – valor considerado baixo para um concurso de beleza – predominou nas críticas, porém pelo próximo ano Culpo tem uma importante missão: além de ser considerada a mulher mais bonita do mundo, participará de diversas ações sociais mundo afora, afinal esse é o principal objetivo do concurso.