O ditado popular que dá título a essa postagem surgiu na Idade Média e até hoje tem o objetivo de alertar as pessoas curiosas sobre o que pode acontecer quando a curiosidade fala mais alto. Mas esse alerta acaba sendo inútil quando se trata do ser humano, que há milhões de anos tem curiosidade de se aventurar pelo incerto. Isso vem da pré-história, quando o homem necessitava da caça e a curiosidade era fundamental. Milhares de anos se passaram e tudo continua na mesma situação: a incerteza é mais apreciada do que a certeza.
E o que pode ser mais incerto do que o nosso futuro?
Para tentar adivinhar o que está para acontecer, o ser humano usa de inúmeras formas, algumas aceitáveis e outras duvidosas. E por mais que digam o contrário, até mesmo os mais céticos sentem certa necessidade de experimentar essas formas, afinal, o futuro instiga a qualquer um, independente de crenças e valores.
Uma das técnicas mais antigas para descobrir o futuro é a quiromancia, que segundo dados surgiu há mais de cinco mil anos e nada mais é do que o ato de ler as mãos. Em algumas cidades é comum se deparar com ciganas desesperadas por atenção. Talvez por preconceito, ou até mesmo falta de tempo, nem todos param para essa leitura das linhas da palma da mão. Mas uma coisa é certa: a curiosidade permanecerá viva na mente da pessoa que recusou as habilidades da cigana. Seja ela rica ou pobre, culta ou não.
O Tarô também é usado com essa finalidade. As cartas, que surgiram no norte da Itália, mas que são usadas principalmente pelos franceses, eram conhecidas pelas grandes famílias do século XVI. Hoje se tornaram algo mais acessível, o que não tira a necessidade de um estudo aprofundado sobre o assunto, afinal, as cartas podem ser poderosas e o futuro amedrontador.
E não para por aí. A própria astrologia permite essas possíveis adivinhações, e talvez possamos dizer que nos tornamos profetas de nós mesmos. Se não bastassem as técnicas antigas, as pessoas ainda apostam suas fichas nas simpatias. E existem inúmeras delas, até mesmo para descobrir o nome do futuro(a) companheiro(a).
Cristalomancia. Astrologia. Numerologia. Quiromancia. Futurologia. Profecia. Com tudo isso, quem foi que disse que o futuro não está em nossas mãos? E pode também estar nas páginas de um livro, mais precisamente de um lançamento da editora Novo Conceito.
Cecelia Ahern, autora best-seller do livro P.S.: Eu Te Amo, agora tem mais um sucesso de vendas lançado pela editora paulista: O Livro do Amanhã (Skoob), lançado originalmente em 2009. Conhecida como o principal nome dos contos de fadas modernos, Ahern nasceu em setembro de 1981 e antes de iniciar suas aventuras nas páginas dos livros se formou em Jornalismo pela Griffith College Dublin, instituição de ensino localizada na capital da Irlanda. Sua estreia na literatura foi em 2002 com P.S.: Eu Te Amo, livro que se tornou um sucesso repentinamente e ganhou uma adaptação para o cinema já em 2007. A partir de então, a irlandesa ultrapassou a marca de 20 milhões de exemplares vendidos e já foi publicada em mais de quarenta países. Além das obras citadas, a autora já teve outro trabalho lançado pela Novo Conceito: A Vez da Minha Vida.
Em O Livro do Amanhã, a autora narra a história de Tamara Goodwin, que tem sua vida mudada ao sair de uma metrópole, sua zona de conforto, e se mudar para uma pequena cidade do interior, onde encontra um misterioso livro. Um livro capaz de mostrar o que vai acontecer no dia seguinte. Mas até que ponto é possível prever o futuro e mudar o amanhã? O início dessa história você pode conferir lendo o primeiro capítulo disponibilizado pela editora, que também disponibilizou um tutorial para facilitar a leitura de arquivos em e-pub.
Como citado, Cecelia Ahern presenteia seus leitores com contos de fadas modernos, e o seu novo trabalho a ser lançado no Brasil não poderia ser diferente. Para os críticos, um livro mágico capaz de envolver a amizade e a família. E para você? E se um misterioso livro mágico permitisse uma mudança radical do seu amanhã, o que você faria?
Em um concurso cultural criado pela editora Novo Conceito, a resposta dessa pergunta pode ser premiada com um exemplar de O Livro do Amanhã e um iPod shuffle. Participe agora mesmo clicando aqui!