Publicado originalmente em 1925, O Grande Gatsby, de F. Scott Fitzgerald, é considerado um dos melhores livros do século XX e já foi adaptado ao cinema em três oportunidades: 1926, 1949 e 1974. Agora, depois de quase 40 anos, o diretor Baz Luhrmann apresenta O Grande Gatsby, uma nova adaptação que promete surpreender, mesmo não sendo a primeira vez que a história de Fitzgerald é levada ao cinema.

Exibido pela primeira vez na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, em 2012, o filme Mundo Invisível reúne doze dos mais importantes diretores da atualidade para apresentar a invisibilidade nos dias atuais, onde a capital paulista é o cenário escolhido. Conheça esses e outros filmes que chegam aos cinemas nessa sexta-feira:

Além do Arco-Íris
Título Original: Au bout du conte
País: França
Direção: Agnès Jaoui
Gênero: Comédia
Sinopse:
Era uma vez uma garotinha que acreditava no grande amor, nos sinais e no destino; uma mulher que sonhava em ser atriz e faria de tudo para conquistar seu sonho; um rapaz que acreditava em seu talento de compositor, mas não confiava muito nele mesmo. Era uma vez uma garotinha que acreditava em Deus. Era uma vez um homem que não acreditava em nada, até o dia em que uma vidente previu a data de sua morte, e finalmente, ele teve que acreditar.

As Hiper Mulheres
Título Original: -
País: Brasil
Direção: Carlos Fausto, Leonardo Sette e Takumã Kuikuro
Gênero: Documentário
Sinopse:
Com receio que sua esposa já idosa venha a falecer, um velho pede que seu sobrinho realize o Jamurikumalu, o maior ritual feminino do Alto Xingu (MT), para que ela possa cantar mais uma última vez. As mulheres do grupo começam os ensaios enquanto a única cantora que de fato sabe todas as músicas se encontra gravemente doente.


Depois da Terra
Título Original: After Earth
País: EUA
Direção: M. Night Shyamalan
Gênero: Ficção Científica
Sinopse:
Há 1000 anos, um cataclismo tornou a Terra um lugar hostil e forçou os humanos a se abrigarem no planeta Nova Prime, morando em naves espaciais. Depois de uma missão, o general Cypher Raige (Will Smith) retorna à sua família e ao filho de treze anos de idade (Jaden Smith). Mas pouco tempo após seu retorno, uma chuva de asteroides faz com que a nave onde moram caia na Terra. Com o pai correndo risco de morte, o jovem adolescente deverá aprender sozinho a domar este planeta, encontrando água, comida e cuidando de seu pai.

Mundo Invisível
Título Original: -
País: Brasil
Direção: Atom Egoyan, Gian Vittorio Baldi, Guy Maddin, Jerzy Stuhr, Laís Bodanzky, Manoel de Oliveira, Marco Bechis, Maria de Medeiros, Theodoros Angelopoulos e Wim Wenders.
Gênero: Drama
Sinopse:
A convite da Mostra Internacional de Cinema, dez dos mais renomados diretores do mundo apresentam sua visão sobre a invisibilidade no mundo de hoje em cenas filmadas na cidade de São Paulo.
Do Visível ao Invisível, de Manoel de Oliveira
Com ironia e fino humor, acompanhamos o reencontro de dois amigos na Av. Paulista. Um é português, de passagem, e o outro é brasileiro. Falam da vida, da ética, do amor, da amizade e dos tempos que correm, cercados pelo ritmo incessante da cidade, com seus automóveis e pessoas que não podem parar.
Tributo ao Público de Cinema, de Jerzy Stuhr
O diretor polonês Stuhr presta uma homenagem às plateias de cinema, filmando o público de uma das sessões de seu filme O Tempo de Amanhã na Mostra de Cinema de SP.
Gato Colorido, de Guy Maddin
O vazio e o movimento no Cemitério da Consolação, contrastados pelas imagens de seu morador, um gato preto, e os visitantes de um feriado de Finados.
Fábula – Pasolini em Heliópolis, de Gian V. Baldi
Em 1968, o cineasta Pier Paolo Pasolini e seu produtor Gian Vittorio Baldi queriam filmar a vida do apóstolo São Pauulo na periferia de uma grande cidade. 40 anos depois, essa memória volta ao produtor na cidade de SP e ele decide visitar Heliópolis.
Tekoha, de Marco Bechis
A mata nativa do Parque Trianon, em plena Av. Paulista, é redescoberta por índios Guarani-Kaiowá em sua visita à cidade. Quando eles saem do parque, são cercados por transeuntes curiosos.
Ver ou não ver, de Wim Wenders
Há algum tempo, Yasmin, Itamara e Dandara teriam ido para uma escola de cegos. Graças ao pioneiro programa desenvolvido pela doutora Silvia, do Departamento de Oftalmologia da Santa Casa, que ensina crianças a usarem a visão residual desde cedo, as três meninas agora vão para escolas comuns.
Aventuras do Homem Invisível, de Maria de Medeiros
Um café da manhã servido numa bandeja avança pelos corredores de um hotel de luxo, num tilintar de louça. Abre portas de intimidades expostas sem pudor sob o olhar de um garçom, o homem que deve ser invisível e que por vezes vê mais do que queria.
Céu Inferior, de Theo Angelopoulos
O submundo do centro e dos subterrâneos de São Paulo e seus habitantes quase imperceptíveis. O colorido da arte urbana do grafite na melancolia do mundo exterior sem redenção, e o peso da consciência divina.
Yerevan - O Visível, de Atom Egoyan
Um homem vai a Yerevan, capital da Armênia, para resgatar a história de seu avô desaparecido. Ele leva um cartaz e uma série de fotos, à procura de mais informações, até a praça central da cidade (Praça da República, antiga Praça Lênin). Lá, ele chama atenção de um senhor que encontra, entre suas fotos, um velho amigo, morto naquela mesma praça, em uma repressão nunca divulgada no Brasil.
O Ser Transparente, de Laís Bodanzky
Para o japonês Yoshi Oida, criador do conceito do “ator invisível”, um ator consegue uma grande interpretação quando o espectador não o enxerga em cena. Misturando arte e documentário, o filme faz uma investigação sobre seu trabalho.

O Grande Gatsby
Título Original: The Great Gatsby
País: Austrália e EUA
Direção: Baz Luhrmann
Gênero: Drama
Sinopse:
Nick Carraway (Tobey Maguire) tinha um grande fascínio por seu vizinho, o misterioso Jay Gatsby (Leonardo DiCaprio). Após ser convidado pelo milionário para uma festa incrível, o relacionamento de ambos torna-se uma forte amizade. Quando Nick descobre que seu amigo tem uma antiga paixão por sua prima Daisy Buchanan (Carey Mulligan), ele resolve reaproximar os dois, esquecendo o fato dela ser casada com seu velho amigo dos tempos de faculdade, o também endinheirado Tom Buchanan (Joel Edgerton). Agora, o conflito está armado e as consequências serão trágicas.

Odeio o Dia dos Namorados
Título Original: -
País: Brasil
Direção: Roberto Santucci
Gênero: Comédia
Sinopse:
Débora (Heloísa Périssé) é uma publicitária que sempre privilegiou a carreira em detrimento de sua vida amorosa. Entretanto, ambas se misturam quando ela precisa trabalhar em uma importante campanha para o Dia dos Namorados cujo cliente é Heitor (Daniel Boaventura), seu ex-namorado, que foi dispensado por ela de forma humilhante. Diante desta situação, ela ainda precisa lidar com a inesperada visita do fantasma de seu amigo Gilberto (Marcelo Saback), que tenta fazer com que ela repense a vida e descubra o que as pessoas realmente pensam dela.

Réquiem para Laura Martin
Título Original: -
País: Brasil
Direção: Luiz Rangel e Paulo Duarte
Gênero: Drama
Sinopse:
Um maestro famoso e reconhecido torna-se cada mais mais obcecado por sua musa, Laura Martin. Esta mulher, uma bela musicista, faz a transcrição de todas as composições do maestro. Nasce entre os dois uma relação de sedução e possessão, prejudicada pelo casamento dele com Raquel, mulher que se esforça para compreender os desejos do marido. Mas Laura Martin não seria apenas um ser imaginário?