Para encerrar a semana recheada de muitas atividades visando o resgate da memória de Edgard Cavalheiro, o último dia da Semana Edgard Cavalheiro aconteceu em uma manhã fria de domingo marcada principalmente por homenagens.

A primeira atividade da manhã foi a exibição do documentário Edgard Cavalheiro – Vida e Obra. Produzido devido a uma parceria entre o UniPinhal e a Casa do Escritor Pinhalense Edgard Cavalheiro, o documentário, distribuído gratuitamente em 500 cópias ainda no início da semana, tem a intenção de mostrar a brilhante trajetória de Cavalheiro desde o seu nascimento, em Pinhal, até o falecimento em São Paulo. O documentário possui ainda depoimentos e imagens históricas que engrandecem a bonita história desse ilustre pinhalense.

Reflexões e metáforas marcam a leitura da peça “O Rei, o Rato e o Bufão do Rei”
Foto: Ricardo Biazotto/Over Shock
Escrita pelo escritor romeno Matei Visniec, a peça O Rei, o Rato e o Bufão do Rei narra uma história recheada de reflexões sobre política, formas de governo e principalmente a busca pelo poder. Com apenas dois personagens, a peça possui algumas características marcantes, no entanto também pode ser considerada uma peça confusa.

Com uma leitura dramática realizada pela Cia. de Espetáculos Viva Arte, e comentários do escritor pinhalense Moacir Amâncio, a peça foi apresentada ao público presente que não precisou se esforçar para perceber as metáforas incluídas por Visniec em seu texto.

Devido a sua complexidade, a peça pode ser interpretada de diversas formas, mas para Valéria Torres, pró-reitora do UniPinhal e uma das organizadoras da Semana Edgard Cavalheiro, “o texto mostra que as coisas não têm sentido e que as coisas se repetem”, disse durante breve bate-papo realizado após a peça

Já em entrevista, o escritor e tradutor Moacir Amâncio, que sugeriu que a leitura dessa peça fosse realizada durante o evento, disse que a peça “permite uma reflexão sobre o poder, sobre a história e também sobre nosso comportamento particular”. “Então é um texto muito rico e eu fiquei muito contente com a aceitação da sugestão e com a realização do pessoal”, completou.

Moacir ainda comentou sobre o que motivou a sua sugestão: “Minha ideia é trabalhar uma forma de divulgação do teatro, de um modo rápido, dinâmico e de baixíssimo custo, ou seja, custo quase nenhum. E é um intermediário entre a leitura particular, privada do texto, e o espetáculo que pode ser montado ou não”.

Homenagem a um dos grandes responsáveis pela criação da Semana Edgard Cavalheiro
Foto: Ricardo Biazotto/Over Shock
Desde que houve a primeira oportunidade de realizar um evento em homenagem a Edgard Cavalheiro em Espírito Santo do Pinhal, Moacir Amâncio, tradutor de Gol de Esquerda, foi um dos grandes responsáveis pela organização e divulgação do evento, sobretudo na capital paulista.

Ainda na primeira oportunidade, no Pin Pin de Literatura de 2010, ele convidou escritores para participarem do evento, que aceitaram de prontidão graças ao respeito e admiração que conquistou ao longo dos anos. Isso se repetiu nas duas edições seguintes e também na Semana Edgard Cavalheiro, por isso a ideia de homenageá-lo de maneira simples, porém sincera.

“Considerando que é um pinhalense que mora em São Paulo e que se dispõe sempre a comparecer e nos ajudar, nada mais justo do que prestarmos esta homenagem a ele”, revelou João Batista Rozon, idealizador da Semana Edgard Cavalheiro e grande amigo de Amâncio.

Durante a homenagem, João Rozon entregou uma placa ao escritor, demonstrando assim a gratidão que a Casa do Escritor Pinhalense “Edgard Cavalheiro” e todos os organizadores do evento têm por esse importante nome de nossa cidade. Já a historiadora Valéria Torres, que pesquisou sobre o passado de Moacir em Espírito Santo do Pinhal, o entregou um presente com documentos históricos de sua vida.

João Rozon ainda brincou contando uma história da infância de Moacir, que na ocasião pediu para que o irmão e um amigo caçassem uma coruja na torre da igreja Matriz. Impressionado com a descoberta do amigo, Moacir disse se arrepender até hoje.

O escritor homenageado também disse não achar que merece homenagem, mas que isso não é falsa modéstia. “A homenagem ela se torna significativa quando ela vem com uma emoção, com uma sensibilidade, uma sutileza, como aconteceu aqui agora”, disse. “Eu fiquei muito tocado porque foi feita uma pesquisa pela professora Valéria que descobriu o meu passado condenável de estudante na Escolinha de Comércio. Só faltou pegar o meu boletim no Batista Novaes, que esse é mais vergonhoso ainda”, brincou antes de dizer que a homenagem foi muito tocante.

Cia. Viva Arte apresenta a peça O Auto da Compadecida e Moacir Amâncio lança o Prêmio Nacional Edgard Cavalheiro
Já no fim da manhã, após a homenagem a Moacir Amâncio, a Cia. Viva Arte aproveitou para fazer o lançamento oficial da peça O Auto da Compadecida (Em breve na coluna Boca de Cena), que será apresentada no próximo dia 31, também no Cine Theatro Avenida.

Sobre a peça, Ana Tereza Castro Leite, presidente da Associação Amigos do Theatro Avenida (AATA), contou em entrevista realizada na última sexta-feira, 16, que Ariano Suassuna, autor da peça, “recebeu o pessoal da Cia. na última Flip em Poços, autorizou inclusive a encenação do Auto e gostou de O Rico Avarento, que nós levamos para ele”. “Eu espero que todos gostem. Eles trabalharam muito, estão desde começo do ano nos ensaios preparativos, cenários e figurino. Está bem bonito, bem legal. Tomara que dê certo e que eles consigam trazer para o teatro os vários públicos da nossa cidade, não só o pessoal da área central, mas o pessoal também das áreas mais periféricas, os alunos, as escolas, porque essa é a nossa intenção”, completou.

Na sequência, representando todos os organizadores, o escritor Moacir Amâncio lançou oficialmente o Prêmio Nacional Edgard Cavalheiro, que terá toda uma organização nos próximos meses para que, na próxima edição da Semana Edgard Cavalheiro, sejam entregues os prêmios nas mais diversas categorias. O escritor também comentou sobre a criação do prêmio em homenagem a Edgard Cavalheiro: “É preciso batalhar muito pra que se preserve os nomes dos autores, mas antes do nome dos autores é preciso que se criem modos de incentivar a leitura e fazer com que a leitura volte a fazer parte de uma certa forma do dia-a-dia das pessoas”. “Toda iniciativa que se volte para a divulgação da cultura, a divulgação da leitura, divulgação do pensamento e das ideias e o debate delas é importante. E deve ser levado em frente, com maior garra, maior atenção, cuidado e responsabilidade”, completou.

Assim se encerrou a primeira Semana Edgard Cavalheiro, um evento recheado de atrações visando não apenas divulgar a vida e a obra de Edgard Cavalheiro, mas principalmente difundir o gosto pela cultura do pinhalense de um modo geral. E segundo a diretora do Departamento de Cultura e Turismo de Espírito Santo do Pinhal, Rosa Cavagnolli, “o saldo foi muito positivo”. “Eu faço uma avaliação positiva, mas ao mesmo tempo que a gente tem um longo caminho pela frente ainda na questão de formação de público. A gente nota que as pessoas têm uma dificuldade. Não tem a cultura mesmo, a vontade de sair de casa pra assistir uma palestra no fim de semana”, disse.

Rosa ainda comentou sobre a próxima edição do evento, dizendo que “cada ano você vive um momento diferente em sua cidade, em seu país” por isso haverá sempre novas atrações e novidades para os próximos anos.

19 Comentários

  1. Esse trabalho de formação de público é realmente muito complicado. É um trabalho de médio a longo prazo. O negócio é não desistir. O primeiro passo já foi dado, agora é arregaçar as mangas e trabalhar mais e mais, e finalmente conseguir atingir o grande objetivo.
    Parabenizo todos os envolvidos nesse projeto, e torço para que a Semana Edgar Cavalheiro entre para o calendário cultural não apenas da região, mas quem sabe nacional, né?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Adorei acompanhar a semana aqui pelo blog. Espero que eu possa estar presente na próxima edição pra conferir toda essa cultura de perto! :)

    ResponderExcluir
  3. Olá!

    Estou passando em todos os blogs parceiros para comunicar que o DSA agora tem 14 banners em diversos tamanhos e formas. Se o banner do meu blog que você colocou estiver num tamanho inadequado para a sua área de banners, vá até a página "Link-me" (no DSA) ou "Quero ser um parceiro" (no blog dos parceiros) e confira os novos modelos!

    Muita saúde e sucesso!

    Beijinhos Alados ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ri!
    Você realmente ficou radiante durante essa semana do Edgard Cavalheiro, hein?
    Não vá me bater, mas confesso que fiquei com um pouco de sono lendo essa postagem. Tá muito intelectual! Muito, muito! Hhuahahua.
    Beijo!
    http://docesabordoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Giselle de Oliveira23 de agosto de 2013 06:36

    Foi um ótima semana, espero que essa seja a primeira de muitas por que são de iniciativas assim que o Brasil está precisando. Você escreve muito bem. Parabéns.

    ResponderExcluir
  6. Eu queria ter visto esse documentário, parece bem interessante. Gostei da Semana Edgard Cavalheiro, cheguei um pouco atrasada, mas vim :)
    Gostei das homenagens, e acho que deve ter sido tudo muito emocionante *-*
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Esse parece ter sido o dia mais bonito, cheio de homenagens, sem contar as homenagens que teve ao Vinicius de Moraes nos outros dias da semana. Achei muito legal a Semana Edgard Cavalheiro, eu realmente gostaria de participar da próxima edição da Semana Edgard.

    ResponderExcluir
  8. Adorei acompanhar todas as postagens sobre a Semana Edgard Cavalheiro, me parece que ela se encerrou já com a promessa de muitos planos e novas ideias para a próxima edição, o que é muito bom para uma estreia.
    Rosa Cavagnolli não poderia estar mais certa em sua observação a respeito do público; não é um hábito, mas tenho certeza de que, com o tempo, as pessoas se interessarão cada vez mais pelo evento, é apenas questão de costume.
    Para uma primeira edição, acredito que foi muito bem planejado e teve uma boa variedade de atividades, procurando ser bem amplo e não ficar focado em apenas um assunto ou outro.
    A tendência é ficar cada vez melhor e mais conhecido, ainda mais com o lançamento do Prêmio Nacional Edgard Cavalheiro; tem tudo para ser um sucesso crescente!
    Parabéns pela cobertura, Rick; ficou super bem feita. Você poderia ter apenas discorrido sobre o que presenciou em todos os dias dessa semana, mas foi além disso e buscou trazer o máximo de detalhes e depoimentos importantes para cada um dos posts. Absolutamente fantástico e um grande diferencial. :D


    Beijos,

    Only The Strong Survive

    ResponderExcluir
  9. Essa é a nossa intenção, Nardonio. Como foi citado, o João Rozon trabalha na divulgação do trabalho do Edgard desde a década de 80 e felizmente está conseguindo conquistar o seu objetivo. O trabalho é longo, mas felizmente dessa vez vamos iniciar a preparação da próxima edição com antecedência.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Radiante? Como isso, Jeni? Com todo o respeito, você está viajando kkkkkk
    Sono? Essa nem foi a maior matéria, poxa :/
    De qualquer forma obrigado pela leitura.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigado pelo comentário, Giselle. Agora, com o fim da primeira edição, vamos iniciar a preparação para a próxima visando essa mudança necessária em nosso país.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Rafaela, caso tenha interesse em receber uma cópia do documentário basta enviar um e-mail para overshockblog@gmail.com, ok? Estarei enviando para todos os interessados.
    Sobre as homenagens, foram para pessoas fantásticas, então realmente foram emocionantes.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  13. Fico muito feliz por seu comentário, Pamela. Espero que tenha a oportunidade de participar da Semana Edgard Cavalheiro. Você será muito bem recebida.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Como sempre, muito obrigado por seu apoio e comentários, Vê. A ideia de uma semana está aí e agora precisamos colocar todos os planos em prática para que seja um evento cada vez mais conhecido, não apenas na nossa região, mas também no país.
    Sobre a cobertura, é gratificante esse retorno, por isso fico muito feliz que tenha gostado de tudo o que conferiu. Você bem sabe o trabalho que deu :x
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Nara Brasil do Amaral14 de setembro de 2013 18:43

    Quem me dera ter visto o documentário de Edgard Cavalheiro, queria saber um pouco mais sobre a vida desse escritor, mas vou fazer uma pesquisa aqui na internet mesmo para descobrir ;) .
    Gostei da homenagem divertida e tocante a Moacir Amâncio, com certeza foi muito merecida. E agora tem até o Prêmio Nacional Edgard Cavalheiro que com certeza tera um grande êxito!!
    Fico muito feliz que a Semana Edgard Cavalheiro tenha sido um sucesso. De tudo o que eu li de suas postagens ate agora, essa Semana foi feita com muito carinho e se concretizou através de um trabalho de anos. Parabéns!!

    ResponderExcluir
  16. Nara, fico muito feliz por seu interesse em conhecer a história do Edgard Cavalheiro. Trabalhamos muito na divulgação do trabalho desse grande nome da nossa literatura e ver que existem pessoas interessadas em conhecê-lo apenas aumenta nosso desejo de fazer acontecer.
    Caso tenha o interesse em receber uma cópia do documentário, basta enviar um e-mail para overshockblog@gmail.com que faço questão de repassar para você, ok?

    ResponderExcluir
  17. Ricardo eu gostei bastante de acompanhar o desenvolvimento da semana especial por meio de suas postagens, como eu disse anteriormente você escreve com tanta avidez e felicidade por essa homenagem ao Edgard finalmente ter saído que eu sinto como se estivesse ido no evento ;)
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Fernanda, você tem razão ao dizer sobre minha felicidade em homenagear Edgard Cavalheiro. Nos últimos meses estou tão envolvido com a obra do autor (até mesmo ajudei na produção do documentário citado) que tudo o que mais quero é que em breve esse importante nome seja conhecido por todos.
    Sobre o evento, foi incrível - apesar das críticas de algumas pessoas, o que é natural.


    Muito obrigado por seus comentários nas postagens dessa cobertura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Nara Brasil do Amaral16 de setembro de 2013 03:44

    Ok, acabei de mandar o e-mail! Muito obrigada!!

    ResponderExcluir