Organizada com a intenção de estimular os alunos a mostrarem seus talentos, a Virada Cultural da E. E. “Cardeal Leme”, escola de Espírito Santo do Pinhal, teve início há mais de cinco anos e ao longo desse tempo foi se adequando conforme as necessidades impostas pelo interesse, cada vez maior, dos alunos.

O que inicialmente era apenas um sarau cultural de uma única noite se transformou em um evento de dois dias, por isso o atual nome. E para a abertura da edição 2013 do evento, que aconteceu nessa quinta-feira, 26, a escola contou com a presença de Eliane Quintella, autora de Pacto Secreto e Café Forte.

Visitando a cidade do interior paulista a convite da professora Ivani Trevisan, Eliane aproveitou suas duas palestras para contar um pouco sobre a sua carreira literária, que se iniciou após um acidente que a deixou em casa por alguns meses, e em relação aos seus dois primeiros livros. Com a intenção de incentivar possíveis novos escritores, a autora de Pacto Secreto falou também sobre suas influências, o processo criativo e as dificuldades encontradas durante a escrita e principalmente após a publicação de uma obra.

Segundo a escritora, seu interesse pela literatura, em especial de suspense e terror, se iniciou ainda na infância, quando assistia filmes ao lado do pai, falecido em 2009, dois anos antes da publicação de Pacto Secreto. A escritora ainda revelou que na infância era “uma garota esquisita que desenhava facas sangrentas”, e por crescer com esse tipo de influência literária, tudo o que escreve possui um clima misterioso. Eliane ressaltou também a importância de escrever sobre algo que lhe interesse e que por isso não conseguiria escrever um livro romântico.

Conversando com alunos da 7ª série do Ensino Fundamental e do 2º ano do Ensino Médio, Eliane Quintella comentou como deve ser o processo de escrita de um livro, explicando duas técnicas literárias completamente diferentes. Ao comentar sobre a técnica, e dizer que o escritor deve escolher qual mais lhe agrada, Eliane fez referências a dois grandes escritores da atualidade e que utilizam técnicas opostas: Stephen King e J. K. Rowling. Autores nacionais, como Raphael Montes, também foram lembrados.

Um dos principais pontos da palestra de Eliane Quintella foi sobre a importância da leitura. “Leitura é conhecimento e conhecimento é poder”, disse a escritora antes de dar exemplos de como o conhecimento é transmitido através da escrita. Ao ser questionada, durante entrevista, sobre o que poderia ser feito pelas escolas para que os alunos sintam mais vontade de ler, Eliane disse que “se a escola abrir espaço para passar livros mais contemporâneos, isso seria enriquecedor”. “Fazer esse tipo de evento que a gente está participando hoje, convidar escritores, ou convidar até outros artistas, enfim, seria muito interessante!”, completou.

Sobre o fato de muitos alunos terem iniciado uma vida artística após o sarau promovido pela escola em anos anteriores, a escritora disse também que seu objetivo era estimular os alunos participantes. “Tomara que tenha alguém aqui nessa sala que goste tanto e que não irá desistir. A maioria desiste porque não gosta tanto a ponto de sofrer por isso”, explicou ao fazer uma referência às dificuldades encontradas pelos artistas no Brasil.

Ivani Trevisan disse pensar que não há “nada melhor do que o aluno fazer a leitura e depois interagir diretamente com o autor”. “Acredito que eu tenha conseguido o meu objetivo e espero ter contribuído para o futuro deles, que é ser bons leitores”, revelou ainda a professora, que nas últimas semanas trabalhou textos de Eliane Quintella com alunos da 7ª série.

Já para Solange Izidoro, representante da vice-direção, para os alunos, “vir alguém de fora, que já tem livros escritos, é algo fora do comum. E é mesmo. Não é algo normal, então sai da rotina, pra eles é um incentivo muito especial para a leitura, e isso é bom”.

Ao comentar sobre a presença de Eliane Quintella, o aluno Victor Hugo de Oliveira disse que “Eliane Quintella incentivou todos os alunos, que estavam presentes na palestra, a ler” e completou fazendo uma breve análise do que foi dito pela escritora: “a principal característica da leitura é gerar novos conhecimentos nas pessoas que leem”.

A Virada Cultural da E. E. “Cardeal Leme” prossegue até sexta-feira, 27, com palestras, apresentações musicais e teatrais, e uma feira de ciências.

19 Comentários

  1. Maria Silvana ♪♫♪♫♫♪27 de setembro de 2013 02:52

    Oieee,
    ainda não estive em nenhum evento com a escritora, sad!
    Fico contente com essas palestras que está fazendo, é um bom incentivo a literatura U.U

    Beliscões carinhosos da Máh-

    Cantinho da Máh

    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  2. Para mim foi demais participar desse evento e contribuir de alguma forma com a o estímulo à leitura! ;-)

    ResponderExcluir
  3. Gabriela Costa e Silva27 de setembro de 2013 08:28

    Beleza Negra e Rato de Biblioteca foram os únicos pelos quais me interessei...

    ResponderExcluir
  4. Gabriela Costa e Silva27 de setembro de 2013 08:47

    Queria muito conseguir escrever um livro! hahahaha
    E que as escolas da minha cidade fizessem eventos tão legais como esse!

    ResponderExcluir
  5. Michelli Santos Prado27 de setembro de 2013 10:05

    Que incrível este tipo de evento, além de conhecer um pouco mais sobre a autora, incentiva os alunos a leitura. Que ótima noticia =)

    ResponderExcluir
  6. Michelli Santos Prado27 de setembro de 2013 10:08

    Olá Ricardo! Tudo bem?

    Gostei da sinopse de Os Zumbis de Dakerine, e a capa que mais gostei foi a do livro Beleza Negra. Espero ler resenhas em breve!!

    ResponderExcluir
  7. Tenho que dizer, as capas estão super legais, principalmente à de Rato de Biblioteca, o que me animou um pouco pra ler! O Último Apócrifo parece ser interessante, e acho que leria sim :D

    ResponderExcluir
  8. A Dracaena esse mês está trazendo muitos lançamentos =D
    Confesso que nenhum deles me deixou muito curiosa =/ Mas Os zumbis de Darkerine parece ser legal!

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  9. Tenho certeza que todos gostaram de contar com a sua presença, Eli. E como já disse: volte sempre :D

    ResponderExcluir
  10. A Cruz Negra parece ser bem bacana, amei a capa *----* Mas estou imensamente curiosa para ler Os zumbis de Darkerine, acho que vou gostar (: Rato de Biblioteca também me despertou interesse por causa do nome UHAUSHUHAS

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. A Dracaena está realmente com muitos lançamentos, mas a maioria não é do meu gosto. rsrs. Ratos da Biblioteca pode ser bem interessante. E gosto muito dos livros que mim chamam a atenção pela capa em primeiro lugar. rsrs


    Parabéns pelo post Ricardo.


    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. No quesito capa, a Dracaena mandou bem mais uma vez. Confesso que não conhecia esse "Beleza Negra", mas quando vi que tem uma pegada de autobiografia, me desanimei um pouco. Mas "O Último Apócrifo", "Os Zumbis de Zakerine" e "Rato de Biblioteca", me chamaram a atenção.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. Esses eventos são de extrema importância para o incentivo à leitura. Tive o prazer de assistir um evento em que a Eliane Quintella foi convidada, e posso dizer que foi uma ótima experiência. Tomara que essa Virada Cultural continue fazendo muito sucesso, e cresça cada vez mais.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Ahhhhhhh queria que acontecesse isso na minha escola viu? Porque aqui não tem nada de interessante ):

    ResponderExcluir
  15. Rato de Biblioteca <3 Só eu me identifiquei com o título deste livro? kskskskks

    ResponderExcluir
  16. Ana Carolina Lopes3 de outubro de 2013 17:58

    Bem diferente esse Os zumbi de Dakarine , gostei , pela sinopse parece ser bem diferente desses livros de zumbis que foram lançados recentemente , espero ter a oportunidade de lê-lo ;)

    ResponderExcluir
  17. Ana Carolina Lopes3 de outubro de 2013 17:59

    kkkkk Será ???

    ResponderExcluir
  18. Nardonio, depois de dois anos acompanhando-a, tive o prazer de finalmente conhecê-la. E também posso dizer que foi uma ótima experiência. O melhor de tudo foi ver a alegria dos alunos em conhecer uma escritora.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  19. Ana Carolina Lopes7 de dezembro de 2013 09:47

    Que legal , gostei muito da iniciativa . Queria que tivesse acontecido isso na minha escola também , quem sabe meu interesse não teria aumentado e eu ainda estivesse lá ? kkkk
    Brincadeira , não posso pôr a culpa neles , mas que faltava incentivo , faltava ! Meus parabéns a autora Eliane pela palestra ;)

    ResponderExcluir