O Diário de Suzana para Nicolas
Título Original: Suzanne’s Diary for Nicholas
Diretor: Richard Friedenberg
Duração: 90 minutos
Gênero: Drama
Estreia: 27 de março de 2005 (EUA)

O Diário de Suzana para Nicolas (Arqueiro - 2011), livro escrito pelo excepcional James Patterson, é sem dúvida um dos melhores dramas da literatura. As palavras, lapidadas com uma maestria incomum, deixam o coração de qualquer leitor apertado a cada nova página. A emoção é incontrolável apenas de imaginar tudo o que é narrado. O que esperar então de cenas que transmitem a emoção dos personagens?

O livro, lançado originalmente em 2001, é tão especial que garantiu uma adaptação para a televisão em um filme de mesmo nome. Nessa adaptação, Kathleen Rose Perkins vive a personagem Katie Wilkinson, que misteriosamente é surpreendida ao ser abandonada pelo namorado Matt Harrison (Johnathon Schaech), um poeta com quem possuía uma relação muito forte; um relacionamento perfeito.

Ainda buscando explicações para o fim da relação, Katie recebe um pacote contendo um diário entregue pelo próprio Matt. No início ela não tem certeza de que deve iniciar a leitura do diário, no entanto a curiosidade a obriga a isso e logo ela conhece a história da médica Suzana (Christina Applegate), esposa e mãe do filho de Matt. Conforme avança a leitura, Katie percebe que sua história está totalmente ligada à história de Suzana e que isso pode ajudá-la a compreender o que acontece em sua própria vida.

Assim como o livro de Patterson, o filme do diretor Richard Friedenberg prega pela delicadeza em todos os seus aspectos, e talvez por isso tenha se aproximado tanto da perfeição da obra literária. Em um raro exemplo de adaptação fiel ao livro, O Diário de Suzana para Nicolas possui a essência emocionante e mostra grande parte do que está presente nas páginas do livro.

Por se tratar de um filme para a televisão, percebemos que o luxo é algo dispensável no longa-metragem, seja no jogo de câmeras e na variedade de cenas ou até mesmo em sua trilha sonora, que trabalha justamente com a delicadeza necessária para transmitir a história de Katie, Matt e Suzana. Não podemos esperar as grandes técnicas de filmes que necessitam de altos orçamentos. Isso é desnecessário no filme de Friedenberg.

Com ótimas atuações, em especial de Kathleen Perkins, o grande diferencial do filme, se comparado a outras adaptações, é ser possível ver o mesmo personagem imaginado durante a leitura. Patterson não é um autor descritivo, então quando vemos as atuações e dizemos “era exatamente isso que eu imaginava” percebemos que existe algo mágico no que estamos assistindo. Apenas um novo ponto positivo em um ótimo filme.

A história é belíssima e por isso a emoção, tão presente durante a leitura, é muito real ao longo do filme de pouco mais de uma hora. Como exemplo dá para citar que nos sentimos próximos de Katie, querendo abraçar e secar suas lágrimas durante a sua leitura do diário. No entanto, não é de se descartar que também seja necessário que alguém seque nossas próprias lágrimas quando chegamos à parte final do filme.

Felizmente temos um ótimo filme para dar vida a uma bela história de amor, como poucas vezes foi visto. Em outros casos seria injustiça comparar livro com filme, mas nesse é mais do que natural, principalmente porque ambos estão perfeitos e isso não deve apenas ser divulgado. Deve ser conferido!

15 Comentários

  1. Oi, Ri! Gostei muito da sua resenha e você conseguiu me fazer ficar com vontade de ler o livro que comprei no ano passado, mas que até lacrado está, por falta de tempo. Como te disse no chat, tenho muitos livros de parceiros para ler, por isso estava adiando essa leitura. Espero poder efetuá-la em breve.
    Beijo!
    http://docesabordoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Tenho muita vontade de ler O Diário de Suzana para Nicolas, e só agora descobri que há uma adaptação da obra, o que me deixa mais ansioso ainda para começar a leitura. Eu só conheço a faceta policial literária do Patterson, então preciso ler logo algum romance dele. Ótima dica!

    ResponderExcluir
  3. Gabriela Costa e Silva4 de setembro de 2013 12:30

    Sou APAIXONADA nos livros do James Patterson, agora mesmo estou lendo mais um da série Alex Cross, chamado "O dia da caça"...
    Cara, e "O diário de Suzana para Nicolas" parece ser ótimo, e não sabia que foi adaptado pra cinema! Perfeitoooo!

    ResponderExcluir
  4. Gente, acreditem que nunca li esse livro? :O

    Porém depois dos elogios para o filme acho impossivel não ler. :O

    Apaixonei.

    Bjs

    modaeeu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ainda não o livro e também não assisti o filme.
    Para falar verdade estou conhecendo a obra agora.
    Parece ser ótimoooooo!


    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Jeni, você sabe como sou fã do James Patterson, então ver uma adaptação tão linda como essa é motivo suficiente para indicá-la. Espero que você aceite minha indicação (de livro e filme) e não demore a conhecer a história :P
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Joshua, espero que você tenha a oportunidade de ler um drama do Patterson o quanto antes e que você goste, claro. Se gostar da obra, assista essa adaptação. Como eu digo na resenha, é fantástica!

    ResponderExcluir
  8. Também gosto muito do Patterson, Gabriela. Um dos meus autores favoritos.
    São estilos muito diferentes, mas espero que você goste da obra e do filme. São realmente perfeitos!

    ResponderExcluir
  9. Caraca, não sabia que tinha filme D: Ok, nunca li o livro, não sei o motivo, mas não sinto vontade de ler... Mas o filme com certeza irei ver, porque gosto muito de assistir a dramas <3

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Apesar de não ter vontade de ler a obra, espero que você assista essa adaptação, Brunna. Muito emocionante e eu tenho certeza que irá gostar muito.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi Ricardo!
    Ainda bem que o filme é ótimo e consegue manter a essência do livro.
    Dificilmente filmes baseados em livros conseguem tal feitio. Já li o livro e curti muito a leitura. Realmente é uma história tocante e acima de tudo, emocionante.
    Não vi o filme ainda. No entanto, pretendo assistir o mais breve possível. Após ler sua resenha, acredito que gostarei e não me decepcionarei.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  12. Michele Bowkunowicz12 de setembro de 2013 12:33

    aaahh, não sabia q tinha filme!!
    vou procurar para ver!!
    eu li o livro e amei a história!!

    http://www.lostgirlygirl.com
    bjos

    ResponderExcluir
  13. Michelli Santos Prado30 de setembro de 2013 10:50

    Faz tempo que quero ler este livro, e agora estou mais animada depois de saber que tem filme =)

    ResponderExcluir
  14. Ainda não assisti esse filme, pois quero antes ler o livro. Legal demais saber que essa adaptação foi bem fiel, e ficou tão bom quanto. Gostei de ver a Christina Applegate no elenco. Acho ela boa demais da conta!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  15. Ana Carolina Lopes3 de outubro de 2013 17:09

    Nossa ! Parece mesmo ser um ótimo filme , esse é mais um que eu vou adicionar a minha enorme lista . Ultimamente tenho dado preferência para os que são adaptações literárias , ou seja , vou assisti-lo em breve ;)

    ResponderExcluir