É inegável o fato que uma obra literária precisa de mais do que apenas uma boa história para agradar um leitor iniciante. Para aqueles que ainda estão buscando sua identidade literária, ou simplesmente não possuem qualquer hábito de leitura, é essencial o belo trabalho artístico de um livro. Por isso que os projetos gráficos da obra sempre foram uma das grandes preocupações da Editora Biruta, que já possui quatorze anos de existência.

Além de sempre priorizar esse detalhe que julga ser de vital importância, a Biruta buscou formas de publicar obras que levassem os jovens leitores a mundos até então desconhecidos e que, só seriam possíveis, com as aventuras por entre as páginas dos livros. Dessa forma surgiram diversas classificações literárias, nos mais variados níveis de experiência, e a publicação de autores consagrados, como Tatiana Belinky, uma das mais importantes da literatura infantil de nosso país.

Não contente em realizar trabalhos literários em apenas um segmento, a editora criou em 2011 um selo capaz de despertar a curiosidade de jovens leitores por temas que naturalmente surgiriam em suas vidas apenas com o passar do tempo. Foi dessa forma que surgiu a Editora Gaivota, uma editora especializada em livros nacionais e internacionais para o público infanto-juvenil e que, assim como a Biruta, também terá suas principais novidades divulgadas com início de mais uma parceria do blog.

Editora Biruta
A Editora Biruta, no ano de 2014, completa 14 anos de vida. Nesse período veio ganhando corpo e forma e hoje é reconhecida por se sobressair em três quesitos que considera essenciais: qualidade literária, projetos gráficos ousados e belas ilustrações.
Primar pela qualidade literária de nossas publicações nada mais é do que valorizar aquele que buscamos como leitor. Textos ricos e com múltiplas interpretações recheiam o nosso catálogo e contribuem para a sua formação. Belas ilustrações, além de um banquete visual para os pequenos, são também uma maneira de estimular seu desenvolvimento cognitivo por meio de imagens, cores e formas, e ampliar o diálogo entre imagem e palavra.
Ousar nos projetos gráficos coroa essa tríade: é um estímulo para que as crianças se tornem leitores literários completos, capazes de enxergar as diversas facetas que compõem um livro.
O resultado deste trabalho pode ser encontrado naquilo que temos produzido ao longo desses anos – livros que viajam entre o mundo real e o fantástico, lugares que nos transportam para tempos remotos ou que ainda estão por vir e personagens que navegam por grandes mares, percorrem cidades, fazendas e até outros planetas. Para isso temos impulsionado fortemente a publicação de novos autores nacionais, como Almir Correia, Socorro Acioli, Ana Cristina Massa, Adriano Messias, Cesar Cardoso, entre outros. Acreditamos que oferecer aos leitores um espaço para desenvolver sua inteligência e emoção é a melhor contribuição que podemos oferecer para uma vida plena em sociedade.

Título: 2083
Autor: Vicente Muñoz Puelles
Sinopse:
O fim dos livros de papel e tinta está próximo. Restarão poucos exemplares: as antiguidades valiosas ou as relíquias de família.Verdade? Ilusão? Fantasia?Imagine-se agora em 2083 e surpreenda-se: o livro eletrônico também não existe mais.O que restou das histórias e dos autores que admiramos?Desapareceram sem deixar vestígios?Não! Seria impossível destruir os textos que nos emocionaram, que nos fizeram viver melhor e nos tornaram mais humanos.Não se desespere, todos sobreviveram e você poderá conhecê-los bem perto, numa viagem de turismo, no modo amplificador de inteligência. Embarque na bibliotravel.
Título: A Última Carta
Autor: David Labs
Sinopse:
Luda, apesar de inconformada, parecia já ter seu destino traçado: casaria por conveniência, atendendo aos interesses familiares, e viveria para sempre em sua cidade natal, cuja população e valores ela desprezava. Contudo, a chegada de uma carta anônima alteraria completamente o curso de sua vida e, a partir daí, sua história passaria a conter muitas lacunas, segredos e imprecisões.O que seria real, o que seria falso?Através de notícias de jornal, diários, cartas e um tanto de imaginação, o narrador de A Última Carta empreende uma busca pela verdadeira história de Luda. Entre as ruas de uma pequena cidade burguesa parada no tempo e os bulevares de Paris do final da Segunda Guerra Mundial, você acompanhará a investigação de todos os mistérios que permearam a vida de Luda – desde o recebimento da primeira carta, até a chegada da última.

Editora Gaivota
Qualidade literária, projetos gráficos ousados e instigantes, ilustrações que encantam… É tudo o que almeja uma editora de livros infantojuvenis que considera seus leitores sensíveis, inteligentes e curiosos.
E este é o objetivo desta jovem editora — Gaivota —, criada no final de 2011, um novo selo lançado pela Editora Biruta.
Mas o desafio vai além. Percebemos uma lacuna importante nos textos destinados a crianças e jovens: livros que abordem temas de diferentes áreas do conhecimento de forma a despertar a atenção e a curiosidade dos leitores.
A abordagem lúdica de temas muitas vezes considerados herméticos, complexos ou desinteressantes pode servir de trampolim para estimular e/ou facilitar o interesse em conhecer e aprofundar esses assuntos.
Aproximar crianças e jovens de temas que parecem distantes de seu cotidiano pode despertar e antecipar interesses que, muitas vezes, se revelam tardiamente. Mas este foco não exclui a apresentação de obras que estimulem a fantasia, inspirem a aventura e deem acesso aos nossos jovens leitores ao que há de melhor na literatura infantojuvenil nacional e estrangeira.

Título: Crescer Não é Perigoso
Autor: Januária Cristina Alves
Sinopse:
Três garotas de diferentes cidades de Pernambuco tinham o mesmo plano para as férias: fazer um curso intensivo de inglês, em regime de internato, num hotel fazenda de Recife. Para isso, cada uma teve que deixar pra trás um pedacinho de si: amigos, família, ou mesmo o namorado. Mas em compensação, levavam na mala muita curiosidade e um pouquinho de ousadia.Quando elas se conheceram foi inevitável – logo ficaram amigas e viveram uma história divertida e emocionante. Os dias que prometiam durar uma eternidade passaram em um piscar de olhos, e ninguém nega que elas aprenderam muito mais que inglês naquele curso. Neste livro, Januária Cristina Alves conta tudo isso, mesclando com muita sensibilidade o mistério e os valores de uma amizade verdadeira.
Título: Mil e Quinhentos – O Ano do Desaparecimento
Autor: Alan Oliveira
Sinopse:
Quando as grandes naus estão prestes a deixar Portugal rumo às Índias, em 1500, os irmãos Scalfi resolvem encarar o Atlântico. Juntos com um amigo francês, são escolhidos para viajar na embarcação principal de uma das expedições e acabam vivendo uma história emocionante e imprevisível. Lidar com perdas e enfrentar o desconhecido são apenas alguns dos desafios que eles têm de enfrentar.Na narrativa de Alan Oliveira, Pedro Álvares Cabral e Pero Vaz de Caminha são apenas coadjuvantes de uma história envolvente, com doses certas de realidade, mistério e imaginação.

8 Comentários

  1. Olha eu ainda não tinha ouvido falar em nenhuma das duas editoras. As sinopses dos livros são boas, Gostei! :)

    http://voceeoquele.blogspot.com.br/2014/02/resenha-insurgente-veronica-roth-volume.html

    ResponderExcluir
  2. Uma grande vantagem, a meu ver, com a minha entrada na blogosfera, foi o fato de eu conhecer muitas editoras diferentes, suas especificidades, suas metodologias, isso ajuda muito, principalmente para futuros escritores. Conhecer editoras, poder conhecer o melhor delas.
    gostei muito de conhecer as duas citadas acimas.
    Muito legal!

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Mesmo com quatorze anos de existência, eu só conheci a Biruta há uns meses, e eles publicam ótimos livros! Amei a sinopse de "2083" e com certeza vou procurar saber mais sobre ele e outros desse autor. É ótimo que a Gaivota invista em livros nacionais, acho que os leitores daqui precisam conhecer mais os escritores brasileiros.
    =)

    ResponderExcluir
  4. Olá Ricardo,
    Gostei das novidades, aguardarei as resenhas...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Conheço a editora a pouco tempo. São muitas novidades e coisas para conhecermos e acaba que não damos conta de tudo.
    Me interessei por 2083, espero ler.

    Beijos
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Conheço na verdade as editoras desde o meio do ano passado e pude acompanhar os trabalhos que elas vem desenvolvendo, e são livros de qualidade, voltados ao público iniciante ou não, no meu caso não vi diferença alguma quanto a isso, tenho dois livros da Editora Gaivota e gostei muito da edição, da história, dá pra ver que a Editora Biruta tão nova apenas 14 anos, veio para se consagrar no mundo da literatura!

    ResponderExcluir
  7. Eu não conheço muito essas editoras. Nunca procurei saber sobre elas também.

    ResponderExcluir
  8. Parabéns pela nova parceria, Rick!!!!
    Esse público mais jovem precisa e merece ter ótimos títulos em mãos. É legal saber que a Biruta e Gaivota também tem muito cuidado com a parte gráfica de suas obras.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir