Boneca de Ossos, Holly Black (ilustrações de Eliza Wheeler), tradução de Bárbara Menezes, 1ª edição, Ribeirão Preto-SP: Novo Conceito (#Irado), 2014, 224 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Poppy, Zach e Alice são como qualquer criança do mundo, que durante a infância cria mundos imaginários para se divertir com os amigos em diversas aventuras. Mas o pai de Zach acredita que já passou da hora de ele abandonar suas brincadeiras e se dedicar a algo realmente importante. O garoto não aceita a imposição do pai, mas também não conta para suas amigas o que o levou a deixar a brincadeira de lado.

Já sem ter motivos para brincar, Zach é pego de surpresa quando Poppy conta que anda sonhando com a boneca chinesa feita de ossos, uma das personagens de suas brincadeiras, e com o espírito de uma garota que deseja que a boneca seja enterrada em seu túmulo. Contrariado, ele aceita participar de uma última aventura ao lado das amigas, porém nada sai como o planejado e eles precisam descobrir se realmente existe um fantasma ou se tudo não passa de uma nova brincadeira.

“Ele poderia ter ficado envergonhado por desejar mágica em casa, mas lá no bosque parecia possível. Ele olhou para os olhos cruéis e sem vida da boneca, tão perto que ela poderia ter tocado no rosto dele.
Qualquer coisa era melhor do que mágica nenhuma” (pág. 107).
Como tantos outros livros, Boneca de Ossos é divulgado de tal forma que o reconhecimento com a medalha Newbery Honor de Melhor Livro para Adolescente está sempre em destaque, o que aumenta a expectativa. Mas nesse caso específico, apesar de indicar para um público mais jovem, não dá para dizer que os próprios adolescentes vão se decepcionar.

O livro de Holly Black, uma das principais representantes do gênero na atual literatura mundial, possui tudo o que promete aos leitores: terror, aventura, humor, amor e mistério. A união de todos esses elementos basta para que o leitor mergulhe de cabeça na aventura de Poppy, Zach e Alice. O que acontece, e torna exagerada a classificação de assustador, é que o terror é suficientemente infantil para que nenhum adolescente sinta medo – no máximo as crianças.

Isso de maneira alguma tira o brilho e o encanto encontrado no primeiro título do selo #Irado, que possui algumas ilustrações responsáveis por deixar a edição ainda mais bela. Além de aventuras de tirar o fôlego do início ao fim, Boneca de Ossos tem como aliado as divertidas situações que apenas crianças conseguiriam explorar em suas brincadeiras, e com isso me refiro desde a criação de um novo mundo até o empréstimo de um barco – sem que o dono saiba, obviamente.

Com toda a simplicidade que um infanto-juvenil necessita para atingir seu objetivo, com sua escrita mágica Holly Black conseguiu dar um fim convincente e uma ótima explicação ao desfecho de sua história. Ao mesmo tempo em que o último ponto final causa o desejo por outras aventuras, causa também a satisfação por saber que nada foi em vão.

Sem qualquer tipo de comparação, até porque são estilos e épocas totalmente diferentes, é possível dizer que o sentimento ao concluir a leitura do livro de Holly Black é o mesmo após a leitura de qualquer título infantil escrito por Monteiro Lobato, por exemplo. A nostalgia é sempre inevitável. Ao narrar histórias de crianças em busca de diversão, os dois fazem qualquer pessoa voltar a ser criança, ainda que por apenas algumas horas de pura diversão.

“Zach sentiu frio, e o que tinha comido se agitou em seu estômago. Ele tinha desejado que o fantasma fosse real, mas, quanto mais real Eleanor parecia, mais assustado ele ficava. Ele tentou não olhar para a Rainha. Tentou não pensar no que significava ela parecer faminta. Tentou não reparar que as bochechas dela pareciam mais rosadas naquele dia, como se ela estivesse se alimentando de outra coisa, não donuts” (pág. 117).

16 Comentários

  1. Oi, Ri! Ai, menino, amei a sua resenha! Para ser bem sincera, queria muito ler esse livro pela capa. Acho-a tão linda! E até então não havia sequer lido uma resenha ou a própria sinopse. E gostei. Espero mesmo ter a oportunidade de ler essa obra, até porque queria sentir o gostinho parecido com o das histórias do Monteiro Lobato, uma vez que até hoje só li gibis a respeito do mesmo.

    Um beijo enorme da Jeni!
    Doce Sabor dos Livros - Aguardo sua visita! ♥

    ResponderExcluir
  2. Olá Rick,
    Recebi esse livro há dois dias atrás e estou muito ansiosa para ler, mas me preocupei ao ler sua resenha e saber que altas expectativas podem me levar a decepção, confesso que estou muito curiosa para ler, mas não é como se apostasse todas as minhas fichas... mas ao terminar de ler a resenha gostei de saber sobre a nostalgia que vem após a leito que remete a nostalgia sentida ao ler Monteiro Lobato, isso me encanta.
    Vou refrear a expectativa, mas vou ler com o coração.

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    De Livro em Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você pode esperar um livro simples, mas muito divertido, Mila. Só acho um pouco exageradas as críticas apontarem como um livro assustador, mas como já faz um bom tempo que deixei de acreditar nisso, talvez tenha ajudado a aproveitar tanto a leitura. Recomendo que faça o mesmo :D

      Beijos,

      Excluir
  3. Olá Ricardo,

    Esse livro esta na minha lista de espera de leitura e estou ainda mais curioso depois da sua resenha ainda mais comparando um pouco com Monteiro Lobato....show...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. OIe!

    Gostei muito de conhecer mais sobre a história do livro, pq estou bem curiosa para ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Ricardo.

    Gostei muito da ideia do livro. Espero que eu tenha a oportunidade ler e gostar bastante.
    Confesso que o nome me deixou com um pé atrás, mas por sua resenha é diferente do que pensei rs.

    Beijos Fê :* http://fernandabizerra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Agora sei que devo baixar um pouco minhas expectativas! Geralmente, quando um livro é muito bem falado (ou, nesse caso, o marketing é altíssimo) eu não gosto tanto do livro, e acho que é justamente por eu lê-lo com as expectativas lá em cima.
    A ideia do livro é muito boa, e essa autora recebe muitos elogios. Sei que em breve lerei essa obra, mas agora irei com menos sede ao pote, para aproveitar bastante a leitura \o/ Medo eu já sabia que não sentiria HAHA *corajosa*

    Brunna Carolinne - My Favorite Book - @MFBook
    myfavoritebook-mfb.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Brunna, também sabia que não sentiria medo, mas isso pelo meu ceticismo mesmo KKK Como disse, o livro é sim muito bacana e com uma história convincente, só é preciso ver como um livro infantil (indicado para pessoas de 8 a 13 anos). Com isso tenho certeza que você irá se divertir com a escrita encantadora da autora.
      Agora é esperar pelo livro dela com a Cassandra Clare KKKK

      Beijos,

      Excluir
  7. Não tenho vontade em ler o livro, não por ser infanto-juvenil, mas porque a história não me convenceu e nem me atraiu. Acho que para o público alvo, é uma ótima pedida, e fico feliz que a Novo Conceito esteja investindo nesse segmento - eu me lembro até que na última Bienal do Livro no Rio, alguém levantou essa pergunta num encontro da editora, sobre um selo que cuidasse de livros para o s pequeninos. Achei digno a editora acatar e enriquecer o catálogo :)

    Boa resenha!

    ResponderExcluir
  8. A divulgação desse livro por ser o primeiro do selo está bem interessante, gosto porém sem ter muitas expectativas de livros infanto-juvenil, para justamente como você falou voltarmos a ser crianças por alguns momentos, essa é realmente a atmosfera do livro, brincadeiras, um pouco de suspense e não sei bem se terror.
    Ainda bem que a leitora conseguiu terminar bem o livro, uma leitura válida.

    ResponderExcluir
  9. Impossível não criar expectativas não é mesmo? A minha estava mais alta, agora aos poucos estou tentando fazer com que fique mínima, pois o último que li com toda a expectativa não teve o resultado esperado. Mas enfim, pretendo ler esse livro em breve, fiquei um pouco curiosa, ainda mais contigo citando Monteiro Lobato.
    Espero gostar =)
    Um beijão

    Lara - Magia Literária
    http://www.magialiteraria.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conferir algum trabalho com uma grande expectativa é sempre um problema, não é, Lara? Como você disse em seu comentário - e eu comentei com outras pessoas -, ler tranquilamente apenas contribui para que o leitor aprecie a obra como ela merece, por isso espero que você goste quando ler :D

      Beijos,

      Excluir
  10. adorei a capa... *-*
    esse livro os elementos que mais gosto: terror, aventura, humor, amor e mistério, principalmente terror, aventura e misterio... *-* Apesar de ser um terror infantil...hahahaha

    ResponderExcluir
  11. Primeira resenha que leio desse lançamento. De cara, já tinha gostado da capa. Que bom que a autora conseguiu cumprir tudo o que prometeu. Livros direcionado para esse público, devem ter essa pegada dele. Confesso que não sou muito fã de histórias que tenham espíritos, mas me parece ser um terror tão fraquinho, que isso passa. kkkkk

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A última coisa que você vai encontrar nesse livro é um espírito assustador, então não se preocupe com isso. kkkk Eu particularmente não acho que tenha terror, apesar de achar possível que uma criança, por exemplo, sinta medo.

      Excluir
  12. Eu acho que esse Livro é perfeito para quem está começando a entrar no mundo literário , Eu simplesmente amei a premissa do livro ,adoro um infanto Juvenil. Boneca de Ossos parece muito perfeito ,e em breve com certeza vou ler Ú.Ú

    ResponderExcluir