O avanço tecnológico causou grandes mudanças para a sociedade como um todo, o que é perceptível principalmente na indústria do entretenimento. Já é inimaginável o dia-a-dia sem o uso da tecnologia, que modificou a forma como as pessoas compartilham informações. Isso também proporcionou o crescimento do mercado da literatura digital, classificado por Flávio Aguiar (foto) como “um mercado em transição”.

Fundador e CEO da plataforma Widbook, comunidade virtual para leitura, escrita e publicação de eBooks, Flávio afirma que todo o mercado precisa se adaptar as mudanças e que “a literatura digital está democratizando o acesso e proporcionando novas oportunidades para autores independentes”.

Baseado em uma ideia de um professor, que queria um site onde pudesse escrever e publicar seu livro digital, o Widbook vem crescendo constantemente desde a sua fundação, em junho de 2012, e atualmente já possui mais de duzentos mil usuários espalhados pelo mundo. Com eBooks em mais de cinquenta idiomas, publicados através de um serviço totalmente gratuito, a plataforma facilita o início de uma carreira independente e ainda estreita a relação entre leitores e escritores.

Após o grande sucesso nos Estados Unidos, o Widbook acaba de lançar a sua versão em português, já com grandes mudanças para que a experiência seja o mais agradável possível. Flávio Aguiar explica que a plataforma nasceu global e a escolha pela língua inglesa foi óbvia, visando conquistar usuários do mundo todo, mas que o lançamento em português é um momento muito significativo, já que a empresa foi fundada por brasileiros.

“Chegou o momento de oferecer nossa comunidade em português e estamos muito felizes e cheios de ações específicas para o Brasil”, destaca o fundador da comunidade, que ressalta ainda o editor de alta tecnologia e os aplicativos mobile, disponíveis na App Store e Google Play.

Ao ser questionado sobre as diferenças da literatura digital no Brasil, Flávio Aguiar explica que o mercado está crescendo, mas que ainda é pequeno “se comparado com países como Estados Unidos ou até mesmo a Índia”. Ele ainda afirma que o desafio é “mostrar o livro digital às pessoas” e “fomentar a literatura de um modo geral”. “Queremos possibilitar que mais pessoas tenham acesso à leitura e ao compartilhamento de histórias”, conclui.

Por fim, ao comentar sobre os principais objetivos para o futuro da empresa, Flávio diz que a missão é revelar novos autores e “facilitar o compartilhamento de histórias e melhorar a experiência de escrita e de leitura no mundo”. “Queremos que mais pessoas leiam, que mais pessoas escrevam, e que escrevam melhor”.

Além de ler milhares de obras já publicados pelo Widbook, o usuário pode também publicar suas próprias obras e colaborar em diversos eBooks, sempre utilizando ferramentas exclusivas e gratuitas. Os interessados podem acessar o site www.widbook.com.br.



Reality Show Literário
O lançamento da plataforma em português é apenas uma das novidades do Widbook para os usuários brasileiros, que também podem acompanhar um reality show literário exclusivo. Protagonizado pelo escritor Vinícius Campos, autor do livro “O Amor nos Tempos do Blog” (Cia. das Letras), o reality show está acontecendo ao vivo, de segunda a sexta-feira, das 19h30 às 20h30, desde o último dia 12 de maio.

O desafio de Vinícius Campos, apresentador do Disney Channel, é escrever parte do livro inédito “Minha Vida Cor-de-rosa #sqn” no prazo de trinta dias, sempre interagindo com seus leitores através das redes sociais. Após esse período, o autor concluirá em sigilo os capítulos finais da obra, que posteriormente será publicada pelo selo Rocco Digital, da editora Rocco. A intenção é que as pessoas possam acompanhar o trabalho de desenvolvimento de um livro.

Sobre o reality show, Flávio Aguiar diz que o autor e a editora escolheram o Widbook “para viabilizar a escrita e a leitura em tempo real do eBook e nos tornamos parceiros nesta empreitada”. “Escrever um livro ao vivo é um trabalho e tanto e está sendo uma bela experiência”, ressalta.

Além da leitura diária de “Minha Vida Cor-de-rosa #sqn” através do Widbook, os interessados podem acompanhar o reality show através da hashtag #MinhaVidaCorDeRosa ou de hangouts transmitidos pelo perfil de Vinícius Campos no Google +.

8 Comentários

  1. Acho que sou uma das poucas pessoas que discorda do avanço dos eBooks. Não que eu ache que não devemos evoluir e etc, mas acho que os livros físicos não podem ser substituídos, e parece que isso irá acontecer em um futuro próximo. Estamos tão presos as tecnologias que mal temos contato com as pessoas ou com os livros, na minha opinião, os livros são hoje uma das poucas formas de você sair da frente da TV, PC, celular, etc, e parar pra sentar, refletir e ficar "no mundo real". Sou a favor da evolução tecnológica, mas tem certas coisas que ao meu ver, não podem ser substituídas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em relação aos livros físicos eu concordo com tudo o que você disse, Natalia. Nada se compara com a sensação de ter um livro em mãos, então é de fato insubstituível. O que acho válido é se aproveitar da tecnologia como forma de incentivar a leitura, por exemplo, mas sem nunca esquecer "do mundo real" citado por você.
      Obrigado por seu comentário. :D

      Excluir
  2. UAU!!!
    Apesar de eu ainda preferir um livro físico em minhas mãos para deleitar, com toda certeza, a minha visão sobre os e-books mudou bastante ao entrar na faculdade letras, por conta de um desejo de obter obras que são muito caras em formato físico, a qual eu posso encontrá-las com um preço mais acessível no formato digital. Isso é um avanço que precisa ser estudado e ser muito bem construído.
    Eu achei a proposta da empresa sensacional. Irei conhecer mais sobre a plataforma, ver suas vantagens e desvantagens.
    Para um escritor, as vezes que quer ser lido, bom, ser escritor é que ser lido... pelo menos para mim, não importa o meio... só que quero que alguém possa ser feliz com uma obra escrita por mim.
    Muito bom saber de tudo isso que li.
    Muito bom mesmo!

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jônatas! Você já está no Widbook? Qual o seu perfil? Quero ler seus livros!!!

      Excluir
    2. Jônatas, se ainda não entrou no Widbook, não pense duas vezes antes de fazer isso. Tenho certeza que você não apenas vai aprovar a proposta, como também ficará feliz pela quantidade de leitores que irá adquirir. :D Você escreve muito bem e precisa aproveitar pra mostrar isso para todos.

      Abraços,

      Excluir
  3. Não conhecia essa comunidade virtual, mas achei bem interessante. Confesso que ainda faço parte da turma dos que preferem os livros físicos, mas é inegável que os e-books dominarão o mundo muito em breve (o meio-ambiente agradece. kkkkkk). Não sei muito bem, mas o funcionamento dele me pareceu um pouco com o Wattpad. Enfim, apoio qualquer coisa que sirva para estimular a leitura cada vez mais.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nardonio, eu achava ele parecido com o Wattpad, mas hoje vejo que é completamente diferente, as pessoas se importam com a sua obra, é muito mais bonito e funcional. Eu amo o Widbook!

      Excluir
    2. Dom Dom, esquece tudo o que você viu no Wattpad, porque o Widbook não apenas é muito mais bonito visualmente, como também proporciona uma outra experiência de leitura e tem um relacionamento muito próximo entre os usuários e os representantes da rede social. Você vai gostar e ter a mesma opinião. rsrs

      Abraços,

      Excluir