Poder, Sarah Pinborough, tradução de Edmundo Barreiros, 1ª edição, São Paulo-SP:
Única, 2014, 224 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Ao ser enviado por seu pai para uma aventura em busca de soluções a um mistério, e principalmente experiência para que no futuro seja capaz de assumir o trono, o príncipe não poderia imaginar que encontraria muitos segredos por trás de um reino que permaneceu adormecido por quase um século.

Quando atravessa a mata fechada e finalmente chega ao seu destino, acompanhado do Caçador e de Petra, ele encontra todas as pessoas adormecidas, incluindo a encantadora Bela. Mas os problemas se iniciam mesmo quando o grupo quebra a maldição e toda a cidade volta ao normal, dando vida também ao que foi capaz de assustar o reino muito antes do início da maldição.

“As mulheres eram de longe o sexo mais sensual, mas a maioria dos homens não sabia como manter esses sentimentos vivos nelas. A maioria dos homens as fazia sentir vergonha de seus desejos, em vez de se deleitar com eles, e depois se perguntava por que as coisas murchavam e morriam entre o casal. Com ele não seria assim, se um dia achasse a garota de seus sonhos” (pág. 88).
A princípio entender a ideia de Sarah Pinborough ao publicar Poder é um tanto complicado. Apesar de ser o terceiro livro da Saga Encantadas, que não possui uma ordem correta de leitura, a história se passa antes de Veneno e Feitiço, por isso poderia ser estranho imaginar como a autora conseguiria casar as três histórias. No entanto, ela já se mostrou capaz de unir os personagens dos contos de fada sem perder o sentido do que está narrando, por isso o resultado é positivo.

Ao contrário dos livros anteriores, apesar de ser uma protagonista, Bela é pouco explorada em Poder, sobretudo se comparada com as protagonistas anteriores. O que se diferencia é que os personagens secundários são muito bem abordados e de importância vital para a ideia de apresentar a princesa como alguém diferente do que estamos acostumados a imaginar.

O fato de não demorar a mostrar ao que veio torna a leitura mais agradável. Arrisco dizer inclusive que isso faz o livro ser o melhor da trilogia, já que rapidamente compreendemos que Bela, por ser a união de algumas personagens conhecidas, é muito mais sombria do que Branca de Neve ou Cinderela, juntas, por exemplo.

Como o leitor não fica na expectativa de algo que não vai acontecer e simplesmente tem ideia de como será o desfecho, qualquer situação que fuja do provável já é motivo para grande satisfação. Principalmente porque Poder é o livro que mais se aproxima dos principais títulos já publicados por Sarah Pinborough, conhecida por seus livros de terror e ficção científica.

Alguns elementos específicos, como o sangue e a ousadia na sensualidade, apenas deixam a surpresa maior em cada novo acontecimento. Surpresa é também a palavra que talvez melhor defina o livro, já que algumas coisas, que dificilmente algum leitor poderia imaginar, são abordadas em todos os sentidos, seja com a presença da princesa ou de qualquer outro personagem, descartável ou não.

A ressalva, em relação a esse livro especificamente, é o personagem Rumpelstiltskin não ter absolutamente nenhuma característica conhecida desde que os Irmãos Grimm publicaram sua história no início do século XIX. Ele até apresenta traços de um bom articulador, por exemplo, mas isso é insuficiente para alguém que merecia um livro próprio – se não como protagonista, o que não faria sentido, como personagem importante para uma princesa que é simplesmente citada. Isso sem comparar, obviamente, com o personagem da série “Once Upon a Time”, que é espetacular.

Pensando como um todo, ou seja, unindo os três enredos, fica claro que uma continuação, mais do que necessária, seria totalmente aceitável – veja como exemplo a princesa que acabo de citar -, já que os contos de fadas possibilitam mil e uma possibilidades de se contar uma boa história através de magias, maldições, amores, aventuras e nesse caso, sensualidade. Já que a continuação é impossível, resta a certeza de que, com a Saga Encantadas, entendemos que nem tudo é como parece e que uma simples atitude pode assombrar e causar consequências drásticas.

“Outros casais e grupos se espalhavam por vários lugares, todos em algum estágio de nudez enquanto davam prazer um ao outro em completo abandono. Além da luxúria, aquelas pessoas escondidas por trás de suas máscaras sentiam amor umas pelas outras. Era estranho e antinatural, mas, apesar de sua repulsa, o príncipe estava chorando” (pág. 154).

17 Comentários

  1. Não tinha me atentado a este detalhe da narrativa, onde este poderia muito bem ser o primeiro volume. Interessante e fiquei bem curiosa para saber como ela amarrou tudo direitinho.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. Oi Rick,

    Olha vim conferir a resenha viu... logo não gostei desse livro e precisava conhecer sua opinião sobre ele, para mim apesar de ser o melhor escrito e ter uma atmosfera mais sombria e assustadora ele foi muiiiiito parado que não gostei dessa monotonia.
    Além disso eu achei que os personagens não conseguiram me cativar. Concordo com você quando diz que seria bem possível uma continuação, porque o final é bem aberto, mas enfim, não tem e - acredito que se tivesse eu iria demorar a me aventurar pela leitura isso caso me aventurasse...

    xoxo
    Mila F.
    @camila_marcia
    De Livro em Livro
    Devaneios Fugazes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mila, o que me fez gostar desse livro foi justamente essa atmosfera, mas também as surpresas das histórias de alguns personagens - sendo algumas que eu jamais poderia imaginar. A questão está em não ser uma trilogia perfeita, mas dá para se divertir, principalmente quem gosta.

      Beijos,

      Excluir
  3. O sangue e a ousadia na sexualidade foram as coisas que eu não gostei... rs... mas achei a Bela a personagem mais fascinante, e amei que a autora tenha mesclado muito mais contos de fadas nessa narrativa. Achei que a trilogia teve um fim legal, embora tenha vontade de saber o que aconteceu depois de Feitiço... rs... mas estou em paz com a história.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Ju, a Bela é a personagem mais fascinante, principalmente por envolver tantas coisas que eu particularmente jamais imaginaria. Eu apenas queria uma história sobre essa personagem, que você deve ter identificado quando citei na resenha. No mais, o fim é sim agradável. rsrs

      Beijos,

      Excluir
  4. Olá Ricardo,

    Essa série é bem comentada e pela sua resenha vejo que isso se confirma....as capas são muito parecidas, mas são bonitas e os personagens são bem interessantes....quero ler futuramente...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Estou adorando essa série. Muito bom a maneira que a autora encontrou de escrever sobre os personagens que conhecemos dos contos infantis, e adaptá-los em uma nova história, com personalidades e ações totalmente diferentes do que conhecíamos. Essa versão me deixou apaixonada e ansiosa pra ler toda a série. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. É díficil para mim opinar sobre o livro, afinal ainda não li nem o segundo volume.
    Mas, minha curiosidade me fez ler atentamente cada ponto milimétrico dessa resenha (muito boa).
    Achei muito interessante e fiquei surpreso com o que li, o me deixou ansioso pelo segundo e obviamente por este desfecho. Quero muito terminar em breve a saga.
    Comecei a assistir "Once Upon a Time" recentemente e pesquisar muito sobre conto de fadas, ou seja, é uma série que preciso ler inteira.

    Jônatas Amaral
    alma-critica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. A capa desse livro é apaixonante, caramba, e sobre a resenha, só despertou mais a minha curiosidade.

    ResponderExcluir
  8. Oi Ricardo.

    Sua resenha esta ótima e me esclareceu muito sobre a história.
    Gostei do fato de sexualidade, ok que o sangue ainda ficou meio assim por imaginar um flime, mas os livros são mais tranquilos para mim, principalmente, depois de Steven James rs.

    Beijos! Fê :*
    http://fernandabizerra.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Esta resenha me deixou com uma pulga atrás da orelha. Ler ou não ler esta trilogia?? Há tantos livros esperando minha atenção, que não sei se daria crédito à estes livros....

    ResponderExcluir
  10. Nunca fiquei tão ansiosa por ler uma trilogia, ainda falta o segundo e esse, acho que vou amar!

    ResponderExcluir
  11. A cronologia dessa série ficou bem confusa, hein?!?! O terceiro volume poderia ser o primeiro. Mas podemos ler os volumes sem uma ordem específica (para o mundo que eu quero descer. kkkkkk). O que gostei é que esse é o melhor volume da série, e mesmo a protagonista não sendo tão explorada, os secundários seguraram a onda tranquilamente. Quero muito ler essa série e espero que seja muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. Ja li a saga toda e esse livro Poder foi o que menos gostei... não que ele tenha sido chato, mas os outros me deixaram de boca aberta com o desfecho, Veneno teve um final bem curioso e eu nunca imaginava e o que dizer de Feitiço então, que final louco foi aquele... *-* kkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Muito phoda " eu confundi amor com ódio"
    Essa é uma saga que eu ia adorar que tivesse mais livros com mais historias das princesas e principes e outros personagens dos contos.. *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Douglas, gostei mais desse livro pelo todo, mas preciso concordar com você em relação ao desfecho de "Veneno" e principalmente o final de "Feitiço". Até hoje me pergunto se isso realmente aconteceu. kkkk

      Abraços,

      Excluir
  13. Eu já comentei nas resenhas anteriores, já adicionei toda a série no Skoob e coloquei claro na minha listinha de desejados, eu nunca me canso de ler sobre contos de fadas, principalmente quando eles vem em uma forma nova e mais instigante e intrigante.

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Só eu que acho as capas dessa trilogia muito lindas?!
    Nossa, faz tempo que eu quero ler toda a trilogia mas até agora só tenho Veneno.
    Como não ficar ansiosa depois de ler que os livros são tão incríveis e surpreendentes. Quero ver como ficaram essas novas versões! Além do mais, estou curiosa para saber o que acontece com todas as princesas e seu pares.
    Bjs!

    ResponderExcluir