Desde que o termo New Adult se popularizou em 2009, muitas histórias do gênero se tornaram grandes sucesso literários e apresentaram autores que passaram a ser adorados pelo público jovem adulto do mundo todo. Como se trata de um gênero que retrata muito bem a realidade do jovem, com temas como a sexualidade, as drogas e os problemas familiares, o gênero passou a ser um dos mais lidos da atualidade.

Com isso, muitos autores se tornaram fenômenos de vendas, mas curiosamente grande parte dos escritores iniciou a carreira literária de forma independente. Alguns publicaram em plataformas virtuais e só com o grande número de leitores, e as ótimas críticas, que se tornaram conhecidos e respeitados no mercado editorial.

Entre tantos escritores que começaram dessa forma, a autora best-seller S. C. Stephens é um dos principais exemplos e está sendo lançada no Brasil através da editora Valentina. O primeiro livro da autora, “Intenso Demais”, marca o início da aguardada trilogia Rock Star e apresenta um triângulo amoroso repleto de angústias, paixões e sensualidade.

Em “Intenso Demais”, a vida de Kiera é totalmente normal até o dia em que ela se muda para uma nova cidade acompanhada de seu namorado, Denny. A intenção do casal é iniciar uma nova vida, porém as coisas não saem como o planejado. Um imprevisto acaba separando o casal e com isso Kiera se aproxima de Kellan, o vocalista de uma banda de rock. O que era para ser apenas uma amizade, ganha forças inimagináveis.

De autora independente para um reconhecimento mundial
O sucesso de S. C. Stephens com seu romance de estreia quase esteve ameaçado antes mesmo de sua publicação. A autora conta que sempre teve o desejo de escrever uma história, mas odiava o que escrevia e por isso quase jogou fora o manuscrito de “Intenso Demais”. “Eu gostava tanto que não podia simplesmente jogá-lo”, explica a autora que diz ter tido dificuldade em divulgar que escrevia uma história como essa.

A autora garante ainda que não iria publicar “Intenso Demais”, mas que decidiu publicar no ficitionpress.com por ser possível fazer anonimamente através de um pseudônimo. “Postei um capítulo de cada vez e imediatamente me apaixonei pelo feedback instantâneo”, diz S. C. Stephens.

Ao ser questionada sobre a venda de “Intenso Demais”, após o período em que era possível realizar a leitura gratuitamente, a autora explica que teve “muitos pedidos de fãs por uma versão escrita dos meus livros para tê-los em suas estantes”. Além disso, ela também desejava ter a obra em mãos, por isso passou a pesquisar sobre autopublicação antes de finalmente ter a versão impressa. Foi só então que Stephens tratou a literatura como uma carreira e não simplesmente um hobby, já que “Intenso Demais” havia se tornado muito popular.

Ser uma autora independente também é visto com bons olhos por S. C. Stephens, já que diferente dos autores que dependem do trabalho de uma editora, ela pode ter o controle de tudo o que escreve e por isso diz: “eu amo poder compartilhar todas as minhas histórias com os meus fãs, e não apenas aquelas que uma terceira pessoa considera digna de serem publicadas”. “Se elas ficassem no meu computador para sempre, e ninguém fosse capaz de lê-las, não seria tão divertido para mim”, completa.

Considerada um dos maiores fenômenos da autopublicação nos Estados Unidos, S. C. Stephens conseguiu colocar o terceiro livro da série no primeiro lugar da lista dos eBooks mais vendidos do New York Times. Antes disso, a autora fez alterações no final de sua história, também após vários pedidos realizados por seus leitores.

A #SemanaIntensaDemais é uma iniciativa da fan-page Thoughtless Brasil, editora Valentina e blog Every Little Book.

Ela ultrapassou perigosos limites e agora não há mais volta. Traição, amor e paixão. Chegou a hora da decisão de uma vida.
Há quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, é tudo que ela sempre quis: apaixonado, carinhoso e totalmente dedicado. Quando os dois se mudam para outra cidade a fim de começar uma nova vida – Denny no emprego de seus sonhos, Kiera numa conceituada universidade –, tudo parece perfeito. Mas então, um imprevisto separa o feliz casal. Sentindo-se sozinha, confusa e carente, Kiera se aproxima de Kellan Kyle, o sexy e sedutor vocalista de uma banda de rock. No começo, ele é apenas um amigo em cujo ombro ela pode chorar suas mágoas, mas, à medida que sua solidão aumenta, o relacionamento ganha força. Até que, uma noite, tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.

5 Comentários

  1. Olha Ricardo, vou ser beeeeeeeem sincera, só a capa já me basta para querer ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. A questão da autopublicação é algo muito interessante pois se vê muito rigor por parte das editoras, já que acolher um "novo autor" acaba sendo um tiro no escuro para as mesmas! Infelizmente esse rigor acaba deixando de lado muita gente boa.
    Sobre o livro, já ouvi gente dizendo "É livro pra menininha" "Deve ser pior que diário de Taty" .. Coisas do tipo. Acho uma bobagem ficar falando antes de ler e o que parece idiota pode se tornar algo muita bacana se escrito de maneira correta!
    Não sei se a capa foi intencional.. mas acho que vai atrair um público já nesse ponto! kkkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. A questão da autopublicação é algo muito interessante pois se vê muito rigor por parte das editoras, já que acolher um "novo autor" acaba sendo um tiro no escuro para as mesmas! Infelizmente esse rigor acaba deixando de lado muita gente boa.
    Sobre o livro, já ouvi gente dizendo "É livro pra menininha" "Deve ser pior que diário de Taty" .. Coisas do tipo. Acho uma bobagem ficar falando antes de ler e o que parece idiota pode se tornar algo muita bacana se escrito de maneira correta!
    Não sei se a capa foi intencional.. mas acho que vai atrair um público já nesse ponto! kkkk
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Ainda bem que existem esses mecanismos de auto-publicação, pois só assim, podemos conhecer muitas joias raras espalhadas por aí, e que nunca tiveram chance de publicar em alguma editora. Uma coisa muito importante nesse formato de publicação é esse feedback imediato por parte dos leitores, pois assim os autores podem tomar rumos que nem sempre seriam aqueles que eles tomariam.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  5. Já tinha visto algo parecido em outro blog, mas não me interesso nem um pouco por esse tipo de livro!
    Só a capa já me diz muito sobre esse livro, e realmente não faz muito meu tipo, pra mim é apelativo demais...
    Mas acho muito válida a iniciativa pra divulgar o livro, espero que continue fazendo muito sucesso.

    ResponderExcluir