“Completamente Seu” é disponibilizado na Amazon
O livro “Completamente Seu”, publicado em fevereiro por Vanessa de Cássia através do Wattpad, acaba de ser publicado de forma definitiva pela Amazon. A obra é uma versão de Juan Vasco, protagonista masculino do livro erótico “Batom Vermelho” (Ed. Literata), e pode ser adquirido em sua versão digital clicando aqui.

Primeiro livro de Gisele Souza entra em pré-venda
Após o sucesso de críticas conquistado com o lançamento da versão digital de “Inspiração”, a autora Gisele Souza prepara o aguardado lançamento de seu primeiro livro em versão física. O livro será lançado oficialmente pela MODO Editora durante a Bienal do Livro de São Paulo e já se encontra em pré-venda na loja online da própria editora.

História de Amanda Lindhout será adaptada para o cinema
Após passar quinze meses nas mãos de sequestradores da Somália e ver seu livro, “A Casa do Céu”, se transformar em um best-seller mundial, a jornalista Amanda Lindhout agora terá sua história transformada em filme. O livro, escrito em parceria com Sara Corbett e publicado no Brasil pela editora Novo Conceito, teve os direitos adquiridos pela Annapurna Pictures, que já iniciou o projeto. Lindhout será interpretada pela atriz Rooney Mara (Os Homens que Não Amavam as Mulheres), que também participa da produção do longa-metragem.

Gail Carriger publica história sobre o pai de Alexia Tarabotti
O mais recente trabalho de Gail Carriger, autora da série O Protetorado da Sombrinha, acaba de ser publicado em inglês. O conto “O Curioso Caso do Lobisomem que Não Foi, da Múmia que Foi, e do Gato em Uma Jarra” é protagonizado por Alessandro Tarabotti, pai da protagonista da série, e mostra uma de suas aventuras no Egito ao lado de seu criado, Floote.
A editora Valentina, responsável pela publicação no Brasil, ainda não se manifestou sobre uma possível tradução, mas o conto está disponível na Amazon e pode ser adquirido clicando aqui.

Novo livro sobre o Papa Francisco chega ao Brasil em outubro
O livro “O Papa que Ama o Futebol”, do escritor estadunidense Michael Part, será lançado no Brasil pela editora Valentina no próximo mês de outubro. A informação é de Ancelmo Gois, do jornal O Globo.
Escrito pelo mesmo autor de obras sobre os craques Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, “O Papa que Ama o Futebol” conta um pouco sobre a infância e a trajetória do argentino Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco, que ainda na infância se apaixonou pelo futebol por influência de sua avó. O livro narra também, entre outras coisas, como Bergoglio, então com dez anos, acompanhou de perto o Campeonato Argentino de 1946, conquistado por seu clube do coração, o San Lorenzo de Buenos Aires.

Foto: Reprodução/Facebook - ABL
Poeta e tradutor Ivan Junqueira morre aos 79 anos
Morreu no último dia 03, no Rio de Janeiro, o poeta Ivan Junqueira, ocupante da cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras (ABL). Ivan, de 79 anos, estava internado no Hospital Pró-Cardíaco em Botafogo e faleceu por insuficiência respiratória. O corpo do poeta e tradutor foi velado na sede da ABL e sepultado no mausoléu da Academia, no cemitério São João Batista.
Ivan nasceu no Rio de Janeiro em 03 de novembro de 1934 e se tornou jornalista após abandonar os cursos de Medicina e Filosofia. Chegou a trabalhar em importantes jornais do país, como o extinto Correio da Manhã e O Globo, ambos do Rio de Janeiro. Além disso, colaborou com críticas literárias em jornais e revistas de outros Estados.
O poeta recebeu inúmeros prêmios literários ao longo de sua carreira, incluindo o Prêmio Jabuti de 1995 com o livro “A Sagração dos Ossos”, publicado no ano anterior. Ivan teve seus livros publicados em diversos países. A editora Rocco confirmou que planejava lançar obras inéditas para comemorar os oitenta anos do autor e seus cinquenta anos de carreira, em novembro. A publicação está mantida, enquanto que outras obras de Ivan Junqueira devem ter novas edições em breve por suas editoras.
Em nota oficial, o presidente da Academia Brasileira de Letras, Geraldo Holanda Cavalcanti, disse que Ivan Junqueira “deixa um legado que enriquece a nossa tradição e a história literária do Brasil”. Ivan Junqueira ocupava a cadeira 37, fundada por Silva Ramos, desde o ano 2000, ocupando a vaga de João Cabral de Melo Neto, falecido em 1999.
A ABL realizou uma sessão em homenagem a Ivan Junqueira na tarde da última quinta-feira, 10, onde o presidente da entidade declarou vaga a cadeira do poeta. Os interessados em concorrer à vaga têm um mês para enviar suas cartas de candidatura.

Deixe um comentário