O Grupo Editorial Record é o maior conglomerado editorial da América Latina e, ao longo de mais de setenta anos de história, publicou obras dos mais importantes nomes da literatura mundial. Em seu catálogo, com mais de seis mil títulos, são encontradas quadrinhos, obras de entretenimento e também literárias, sendo que essas últimas fazem parte do projeto de parceria fechado entre a editora e o blog Over Shock.

A partir de agora, com essa parceria, divulgaremos os lançamentos dos selos Record, Civilização Brasileira, Paz & Terra, José Olympio e Bertrand Brasil, além de resenhas e todas as novidades do mais importante grupo editorial do país.

Grupo Editorial Record
Uma empresa 100% nacional: o maior conglomerado editorial da América Latina fala português. Líder no segmento dos não-didáticos, o Grupo Editorial Record mantém a posição apostando em qualidade e diversidade. Desde 1942, quando foi fundada por Alfredo Machado e Décio Abreu como uma distribuidora de quadrinhos e outros serviços de imprensa, conserva a vocação de difundir informação, conhecimento, cultura e entretenimento literário.
Com onze perfis diferenciados — Record, Bertrand Brasil, José Olympio, Civilização Brasileira, Rosa dos Tempos, Nova Era, Difel, BestSeller, Edições BestBolso, Galera & Galerinha — o objetivo é sempre trazer o que há de melhor para o leitor brasileiro.
De seu parque gráfico, composto pelo Sistema Poligráfico Cameron, um moderno equipamento de impressão, único no continente, saem até 100 livros de 200 páginas por minuto. Ficção; narrativas históricas e científicas; ensaios culturais, sociológicos, literários e filosófico; reportagens; romances policiais e de suspense, literatura feminina e quadrinhos fazem parte do variado catálogo do grupo, hoje com mais de 6 mil títulos.


Título: Capitalismo e Escravidão no Brasil Meridional
Autor: Fernando Henrique Cardoso
Sinopse:
Considerado um dos mais importantes trabalhos de sociologia brasileira do século XX

O livro discute os processo de constituição e desagregação da sociedade escravocrata rio-grandense, vistos a partir da situação social que o negro nela assumia. Escrito originalmente em 1962 como tese de doutorado, o livro faz um abrangente estudo do sistema escravocrata do Sul do país, demonstrando que os limites da divisão social do trabalho na escravidão geraram um capitalismo incompleto, incapaz de competir num contexto de concorrência internacional, responsável direto pelo atraso econômico e social do Brasil.
Título: O Jogo da Amarelinha
Autor: Julio Cortázar
Sinopse:
Lançado em junho de 1963 na Argentina, O jogo da amarelinha foi uma verdadeira revolução no romance em língua espanhola: pela primeira vez um escritor levava às últimas consequências a ideia de transgredir a ordem tradicional de uma história e a linguagem para contá-la. Cortázar retrata um clima de rupturas e incertezas, em um antirromance em que elementos da nova cultura de massas – colagem, história em quadrinhos, novela de rádio, arte pop, música popular, gíria urbana – e técnicas literárias experimentais de vanguarda – intercalação de relatos, experimentações sonoras e sintáticas, alteração da ordem, finais falsos, quebras, deslocamentos na narração – convivem em perfeita harmonia. O resultado é este livro único, aberto a múltiplas leituras, repleto de humor, de riscos e de uma originalidade sem precedentes.
Título: O Nome da Rosa
Autor: Umberto Eco
Sinopse:
Mais importante romance de Umberto Eco, O nome da rosa chega em nova edição. É o relançamento do famoso suspense policial de Eco, com um roteiro no estilo das histórias de Cona Doyle, e que alcançou sucesso mundial em desde sua primeira publicação, em 1980. O livro também originou o filme homônimo, estrelado por Sean Connery, em 1986.
A nova edição conta com tradução revista, novo projeto gráfico, prefácio do escritor inglês David Lodge e biobibliografia.
Neste livro, durante a última semana de novembro de 1327, em um mosteiro franciscano italiano, paira a suspeita de que os monges estejam cometendo heresias. O frei Guilherme de Baskerville é, então, enviado para investigar o caso, mas tem sua missão interrompida por excêntricos assassinatos. A morte, em circunstâncias insólitas, de sete monges em sete dias, conduz uma narrativa violenta, que atrai por seu humor, crueldade e sedução erótica.
Não apenas uma narrativa sobre investigação de crimes, O nome da rosa também é uma extraordinária crônica sobre a Idade Média.
Título: O Pagador de Promessas
Autor: Dias Gomes
Sinopse:
Nesta peça de renome internacional, o autor narra o emocionante calvário do simplório Zé-do-Burro: para cumprir promessa feita a Iansã, pela cura de seu burro, ele divide seu sítio com os lavradores pobres e carrega pesada cruz de madeira no percurso de sessenta léguas, com o objetivo de depositá-la no interior da igreja de Santa Bárbara, em Salvador.
Ao contrário do que acontece com muitas obras teatrais de qualidade, que se iniciam com ímpeto e às vezes o mantêm até certa altura para nos frustrar no final, esta peça de Dias Gomes é um todo completo e acabado: o seu final não resulta em frustração, mas em plenitude. E para isso é preciso que se reúnam, na realização da obra, aqueles fatores imponderáveis que dão nascimento à verdadeira obra de arte.
Título: Um tal Lucas
Autor: Julio Cortázar
Sinopse:
Um livro de contos, mas que também é um pouco de romance e prosa poética, tudo ao mesmo tempo. Ao reunir os contos mais surreais de Julio Cortázar, Um tal Lucas é uma obra que consagra o virtuosismo do autor. Todos giram em torno do personagem Lucas, que lida com questões sobre patriotismo, literatura e o ensino como professor. O conto “Amor 77” é um dos mais famosos do autor, aclamado por suas habilidades literárias, comparáveis as de Jorge Luis Borges e Edgar Allan Poe.
Julio Cortázar é um dos escritores argentinos mais importantes de todos os tempos. Seu romance O jogo da amarelinha abalou o panorama cultural do seu tempo e criou uma referência ineludível dentro da narrativa contemporânea.

Um Comentário

  1. Oi
    Parabéns pela parceria com a editora, não conhecia nenhum desses livros separado no poste.

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir