Diário de um Adolescente Apaixonado, Rafael Moreira, 1ª edição, Ribeirão Preto-SP:
Novo Conceito, 2015, 128 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Um dos youtubers de maior sucesso no Brasil, o paulista Rafael Moreira pode ser considerado a voz de toda uma geração, não por menos o seu sucesso com o canal Me Apaixonei rompeu as barreiras da internet e ganhou destaque também nas páginas do Diário de um Adolescente Apaixonado. Se ainda era preciso alguma prova de seu sucesso, isso se confirmou com a legião de fãs que arrastou em todas as sessões de autógrafos do livro.

E os adolescentes estavam certos ao segui-lo.

Mesmo em sua juventude de apenas dezoito anos, Rafael Moreira alcança o seu objetivo em sua estreia no mercado editorial, tratando assuntos que perseguem a vida de todos os adolescentes, sem exceção. E o principal mérito de sua obra é justamente ser escrita de adolescente para adolescente, ou seja, de alguém que acaba de vivenciar situações que podem estar acontecendo ou acontecerão a qualquer momento com seus seguidores e leitores.

Ao ter propriedade em todos os assuntos tratados, o escritor não apenas conta suas experiências como também dá conselhos para quem o acompanha. Se pensarmos que muitos desses jovens se sentem perdidos e sem saber o que fazer após uma perda dolorosa, ao escolher uma profissão ou mesmo em uma decepção amorosa, o livro chega para ajudá-los em todos os sentidos imagináveis. Chega para mostrar a eles que não estão sozinhos. Que todos eles enfrentam o mesmo ao longo dessa fase da vida.

Mas obviamente que tais conselhos funcionam apenas para aqueles que estão se preparando para passar pelas situações descritas. Aos mais velhos, que certamente têm tanto ou mais experiência que o próprio autor, cada crônica de Diário de um Adolescente Apaixonado pode ser vista apenas como algo que está cansado de saber, embora nunca seja tarde para reflexões ou recordações — e mesmo no clichê isso tudo acontece com facilidade pela frequente identificação.

Além disso, não dá para descartar o fato de que a caprichada edição, com um trabalho artístico muito interessante, torna agradável a experiência de leitura, que, combinada com textos divertidos e bem escritos, possibilita a conclusão em questão de minutos. Textos que, além dos temas citados anteriormente, tratam também amizade, ilusões, vida escolar, infância, família e até mesmo a castidade — ou a espera por nós mesmos.

Talvez seja possível dizer que não conhecer o trabalho de Rafael como youtuber me deixou no escuro em um primeiro momento. Não sabia o que esperar de Diário de um Adolescente Apaixonado — e confesso que relutei em ler devido ao receio do que encontraria —, mas também não poderia imaginar que seu autor é mais do que apenas um rosto conhecido da internet. Rafael Moreira definitivamente é um ótimo exemplo para os jovens e por isso reafirmo que eles acertaram quando decidiram segui-lo.

“Não tem como esquecer as coisas simples que um dia marcaram sua vida. Eu não esqueço das minhas. Talvez hoje, com a sensação de alguma perda recente rodeando sua cabeça, você olhe para trás e lembre dos momentos bons. Talvez você chore — e isso é normal —, mas não deixe esse pranto tomar conta de você a um ponto em que, toda vez que lembre, você desmorone” (Lidando com Perdas — pág. 45).

4 Comentários

  1. Olá Ricardo,

    Li esse livro e também me surpreendi, gostei demais e acho que realmente está dando um bom exemplo....abraço.


    www.devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oie
    De início eu não tinha me interessado pelo livro, nem conhecia o autor. Mas estou bem curiosa e ainda mais para conhecer o canal no you tube.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Rica,
    Eu ainda estou relutante sobre essa leitura. Não sei, comecei a ler e me senti numa sessão de auto-ajuda extremamente comercial, sabe? Frases feitas para vender livros. E aí larguei a leitura. kkkk Talvez seja só a cabeça de alguém que já leu essas coisas diversas vezes em outros livros. Gosto da postura do Rafa e o admiro muito por ser um cara 'diferente' da grande maioria dos adolescentes, mas sei que essa leitura não é para mim.

    Beijos,
    Mari Siqueira
    Love Lovers Blog

    ResponderExcluir
  4. Olá Ricardo!
    Se ele é popular no youtube, eu tô é por fora. (Não quero virar "tiozona" da internet, sou nova demais para isso.)
    Enfim, parece ser um livro bem divertido e interessante. Talvez, se eu lê-lo, fique muito nostálgica.
    Beijos!

    ResponderExcluir