Investimentos do Governo em projetos para melhora na educação de nível superior

É de se admitir que a alguns anos o governo vem investindo em projetos para melhorar a educação de nível superior no país, mesmo que seja pouco e atinja uma parcela um tanto quanto pequena da população, porém, projetos como o SiSU (Sistema de Seleção Unificada) são com certeza uma maneira de incentivar qualquer um a se dedicar para conseguir uma boa nota no ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio).

Baseado na nota obtida no ENEM, o SiSU seleciona vestibulandos por cursos e universidade que mais se destacaram, oferecendo a eles uma chance de estudar em uma universidade pública e ocupar uma das vagas reservadas pela entidade para o sistema.

Assim que o período de inscrições se inicia, o que ocorre duas vezes ao ano e geralmente nos meses de janeiro e junho, o aluno deve ir até o site do SiSU e preencher os seus dados como padrão, escolhendo também dois cursos (primeira e segunda opção), que poderão ser modificadas enquanto o prazo de inscrição não estiver vencido, o que não chega a uma semana.

Se você receber uma boa nota no ENEM provavelmente estará concorrendo a uma das vagas do SiSU em seu curso em uma das universidades que você escolheu, então é bom ficar de olho no seu e-mail que foi informado em seu cadastro assim como no site do sistema, dessa maneira você fica sabendo rapidamente se foi classificado ou não.

Nota de corte

A nota de corte é definida a partir de dois conceitos: A nota do último colocado segundo o número de vagas disponíveis no curso na universidade em questão, por exemplo, se houver 50 vagas, a nota de corte será exatamente a mesma do 50º colocado.

A nota de corte provisória, que é definida a partir do próprio sistema geralmente em cursos muito concorridos, assim o candidato poderá ter uma referência da média que seria necessária obterem, porém, essa média pode cair de acordo com os candidatos que desistirem de suas vagas por não estarem aptos aos requisitos do sistema, não conseguirem realizar a matrícula por morarem muito longe da universidade, optarem por seguir para outra universidade que passaram no vestibular.

Chamadas

Duas chamadas são feitas depois que se encerra o período de inscrições Sisu e os resultados são obtidos, caso algum aluno da primeira chamada não faça a sua inscrição, o primeiro aluno que não ficou acima da note de corte inicial passara a ser a nova nota de corte e será participante da segunda chamada.

Caso a segunda chamada seja completada e ainda assim não tenham sido preenchidas todas as vagas reservadas, o sistema passa para a lista de espera, que conterá alunos que ficaram abaixo da nota de corte da segunda chamada e optaram por ficar nesta lista de espera que convocará um a um dos participantes em ordem de colocação até que não existam mais vagas ou não haja mais concorrentes. OBS: A lista de espera só vale para a primeira opção escolhida pelo candidato no ato da inscrição.

Vale a pena tentar?

Com toda certeza vale, pois essa é mais uma maneira de realizar o sonho de vários jovens, o problema é que algumas universidades já estão adotando o próprio ENEM como vestibular, ou seja, os alunos que forem bem no Exame Nacional do Ensino Médio já terão um lugar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *