Felipe Colbert, Guiomar de Grammont e Samanta Holtz são as principais atrações do evento

A Semana Edgard Cavalheiro, principal evento realizado pela Casa do Escritor Pinhalense “Edgard Cavalheiro”, chega em 2016 à sua quarta edição e contará com a presença de diversos representes de diferentes gerações da literatura brasileira. O evento será realizado entre os dias 14 e 18 de setembro.

A atual edição tem a divulgação a nível nacional realizada pela Câmara Brasileira do Livro, instituição fundada por diversos escritores, incluindo o pinhalense Edgard Cavalheiro. A programação inclui palestras, bate-papos, declamação e concursos de poemas, troca de livros, fórum de pesquisas, lançamentos de livros, apresentações musicais, teatrais e de dança. Todas as atividades serão gratuitas e acontecerão no Theatro Avenida, na Associação Cultural “Antônio Benedicto Machado Florence” (o antigo Casarão) e nas escolas estaduais “Profº Benedito Nscimento Rosa” e “Cardeal Leme”.

Entre os escritores que participam do evento, destacam-se Felipe Colbert, autor dos livros “Belleville” e “Para Continuar”, Guiomar de Grammont, autora do livro “Palavras Cruzadas”, e Samanta Holtz, ganhadora do I Prêmio Anita Garibaldi em Defesa dos Direitos da Mulher e autora dos livros “O Pássaro”, “Quero ser Beth Levitt”, “Renascer de um outono” e “Quando o amor bater à sua porta”, lançamento da editora Arqueiro.

Durante o evento acontecerá o lançamento da “Antologia Literária Pinhalense – Vol. 6”, que tem a organização de Ricardo Biazotto e reúne contos, crônicas e poemas. O livro contará com a participação de mais de quarenta autores, representando as cidades de Campinas, Cosmópolis, Espírito Santo do Pinhal, Guarujá, Ibaiti, Ipaussu, Itanhaém, Jacutinga, Machado, Recife, Ribeirão Bonito, Rio de Janeiro, Santa Rita de Caldas e Santo Antônio do Jardim.

A Semana Edgard Cavalheiro terá ainda a participação dos escritores Lívia Fiedler, Leandro Schulai, Hugo Sales, Silvio Tamaso D’Onofrio, Jenny Rugeroni e Moacir Amâncio.

Para mais informações, baixe o aplicativo oficial da Semana Edgard Cavalheiro acessando www.migre.me/uOmSc.

Como autora de “O Morro dos Ventos Uivantes”, Emily Brontë representa ainda hoje um marco na literatura mundial e, não por menos, o livro O vento da noite chega às livrarias brasileiras, pela editora Civilização Brasileira, em uma edição bilíngue que é a única a reunir, no Brasil, 33 poemas escritos pela escritora inglesa que morreu, aos trinta anos, em 1848.

Título: Brasileiro é otário?
Autor: Rodrigo Constantino
Páginas: 280
Sinopse:
O novo livro do autor do best-seller Esquerda Caviar
Com seu estilo instigante e provocador, Rodrigo Constantino enfrenta, desmonta e decompõe o mito do jeitinho brasileiro – do jogo de cintura nacional, da malandragem, da malemolência – como qualidade e marca distintiva de um povo. Neste Brasileiro é otário?, defende que aquilo de que nos ufanamos é sobretudo o que nos atrasa e inviabiliza. Como o já clássico Esquerda caviar, este livro faz, acima de tudo, crítica cultural – sem deixar de lado, claro, os aspectos políticos e econômicos que também definem nossa cultura. Com coragem e rigor, Constantino visita as origens institucionais do país, esmiúça o patrimonialismo que fundamentou a nação, estuda o gigantismo do estado, investiga as razões de os limites entre público e privado serem tão elásticos, e expõe a maneira como esse conjunto de misérias estabeleceu um complexo ambiente de inseguranças, doentio e caríssimo, nas relações produtivas. Ao comparar – apresentando números, dados e fatos, sem misericórdia – a vida do brasileiro médio com a do equivalente americano, oferece as últimas chaves de leitura e não nos deixa alternativa senão a de encarar e responder, nós mesmos, a questão proposta pelo título.

Samanta Holtz (Foto: Du Arantes)
“A Contadora de História” será a próxima produção da Cia. Viva Arte. O grupo teatral de Espírito Santo do Pinhal será responsável pela adaptação para os palcos do conto homônimo escrito por Samanta Holtz, escritora que publicou em agosto o livro “Quando o amor bater à sua porta”, pela editora Arqueiro.

O conto “A Contadora de Histórias” foi publicado originalmente na coletânea Crisálida, organizada por Lycia Barros em parceria com a plataforma de leitura Widbook. Segundo Samanta, ao surgir o convite para integrar a antologia ela pôde “revisar a história, reestruturá-la e fazer algumas alterações, como batizar o pai do protagonista com o nome do meu bisavô, Antonio Bonini”. “Foi uma pequena homenagem ao meu pai e à família dele, que sempre admirei pelo espírito trabalhador e empreendedor, tal qual do personagem”, explicou.

Ao comentar sobre a emoção de o seu conto ganhar vida nos palcos, a escritora destacou que quando a Cia. Viva Arte escolheu adaptar a sua história, “tornou real um dos vários sonhos que carrego, que é ver minhas histórias nos teatros”.

Meio Rei, Joe Abercrombie, tradução de Alves Calado, 1ª edição, São Paulo-SP:
Arqueiro, 2016, 288 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem.

Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava.

Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo.
“Pelos deuses, como ele odiava aquela malha! Como odiava Hunnan, o mestre de armas, que durante tantos anos fora seu principal tormento. Como abominava as espadas e os escudos, detestava o campo de treino e desprezava os guerreiros que faziam dali o seu lar! Acima de tudo, como odiava sua própria mão, que não passava de uma piada ruim, uma lembrança de que ele jamais poderia ser um deles” (pág. 21).

Este ano o Over Shock completou seis anos e, apesar do atraso, não poderíamos deixar uma marca tão importante passar em branco, por isso convidamos alguns parceiros para realizar mais uma promoção comemorativa. Serão oito livros e dois ganhadores! Você vai perder essa oportunidade?!
Observações
- É necessário possuir endereço de entrega no Brasil;
- A promoção ficará no ar até o dia 10 de setembro;
- Serão dois sorteados, sendo que o primeiro sorteado poderá escolher quatro livros (e ficará com o kit de marcadores) e o segundo sorteado ficará com os livros restantes;
- Perfis de uso exclusivo para promoções serão desclassificados;
- Os vencedores terão o prazo de 72 horas para responder o e-mail com seus dados completos, ou o sorteio será refeito;
- O envio dos prêmios será realizado em até 45 dias úteis e é de responsabilidade de cada blog participante;
- Os blogs não se responsabilizam por extravios dos Correios;
Prêmios
5º Cavaleiro – Menina Lylu
Antologia Comemorativa dos quinze anos da Casa do Escritor Edgard Cavalheiro – Over Shock
Até eu te possuir + marcadores – Autora Soraya Abuchaim
Kit de marcadores – Doce sabor dos livros
Livro surpresa – O Diário Leitor
Noites de Tormenta – Over Shock
O Fim da História – Over Shock
Pólvora – De Livro em Livro
Vamos juntas? – Over Shock