Resenha 293# - Quissama: O Império dos Capoeiras

Quissama: O Império dos Capoeiras, Maicon Tenfen, ilustrações de Rubens Belli, 1ª edição, São Paulo-SP:
Biruta, 2014, 308 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Rio de Janeiro, 1868. O inglês Daniel Woodruff, ex-agente da Scotland Yard, está prestes a voltar ao seu país quando é surpreendido pelo escravo Vitorino Quissama. O moleque fugiu da senzala em busca de sua mãe desaparecida e sabe que Woodruff é a única pessoa capaz de ajudá-lo.

Apesar de não querer se envolver em nada, o plano do inglês de deixar o Brasil fracassa quando ele também é procurado pelo Ministro da Justiça, José de Alencar, que quer descobrir a identidade do autor de uma ofensa ao imperador. Esse mistério é solucionado rapidamente, mas Woodruff vai se deparar com novos mistérios envolvendo muitos interesses políticos. Caso não faça alguma coisa a tempo, a família real pode enfrentar problemas a qualquer momento.

“Eis um detalhe que nunca compreendi na história deste país. Não era Pedro I um português de pia e coração? Não era filho do rei de Portugal? Então como é possível que o próprio herdeiro do trono, e não um grupo de brasileiros descontentes, tenha desempenhado o papel de libertador? Concluo errado ou isso significa que o Brasil se livrou de Portugal para continuar nas mãos dos portugueses? Como entender esse povo?” (pág. 190).

Bruna Paiva publica romance multimídia no blog Adolescente Demais

Foto: Reprodução
Com apenas dezesseis anos, a carioca Bruna Paiva está cercada pela arte desde os quatro anos, quando seus pais a colocaram no ballet e a dança se tornou uma de suas paixões. Além da dança, a literatura também sempre fez parte da infância e adolescência da jovem, que em agosto participou das antologias “Amor nas Entrelinhas” e “Aquarela”, ambas da Andross Editora.

Moderadora do blog Adolescente Demais, Bruna acaba de lançar o romance multimídia Um Diário para Alice, publicado diariamente em seu blog desde o último dia 10 de novembro. O romance será publicado de segunda à sexta, ao longo de trinta dias, e tem como diferencial a utilização de vídeos que complementam os textos.

Nessa obra, a autora apresenta Bianca, uma adolescente que se culpa pela morte de sua melhor amiga, Alice, após um grave acidente, mas que encontra uma forma de manter a amizade entre elas: um diário eletrônico, onde pode dividir suas experiências através de vídeos gravados com o seu celular. Ao conhecer um misterioso garoto, no entanto, Bianca fica dividida entre a felicidade e a culpa, por isso precisa enfrentar o passado para conseguir seguir em frente.

Bruna Paiva concedeu uma entrevista exclusiva ao Over Shock e comentou um pouco sobre “Um Diário para Alice”, história que fala sobre “o valor e a força da amizade” para deixar claro “que nem mesmo a morte foi capaz de apagar o sentimento verdadeiro que unia as duas amigas”. “Amizades verdadeiras são para sempre”, afirma a escritora.

Resenha 292# - Maximum Ride: Projeto Angel

Maximum Ride: Projeto Angel, James Patterson, tradução de Bárbara Menezes, 1ª edição, Ribeirão Preto-SP:
Novo Conceito (#Irado), 2014, 384 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

O que poderia ser um grande sonho, para Maximum Ride se tornou um verdadeiro pesadelo. Ela tem quatorze anos e é líder de um grupo de crianças e adolescentes, todos eles com uma característica muito especial: são 98% humanos e 2% aves. Suas asas e a capacidade de voar, no entanto, parecem contribuir para que o pesadelo seja ainda maior. Eles estão sendo perseguidos por mutantes meio homens, meio lobos.

Com sua capacidade de liderança, Max tem como objetivo cuidar de toda a sua turma, por isso age rapidamente quando a jovem Angel é sequestrada. Nessa jornada, ela precisa compreender o motivo de ser diferente, buscar a verdade sobre a sua origem e lidar com as dificuldades que surgem enquanto ela é apontada como uma pessoa capaz de salvar o mundo.

“Depois, respirando fundo, estendi minhas asas o mais forte e rápido que pude.
Quatro metros de uma ponta à outra, marrom-claras com riscas brancas e pontos marrons parecidos com sardas, elas seguraram o ar e, de repente, fui puxada para cima, com força, como se um paraquedas tivesse acabado de abrir. Ai!” (págs. 12-13).

Lançamentos de Livros 293# - A Escolhida e outros

Após dois meses do lançamento do filme “O Doador de Memórias”, a editora Arqueiro lança no mês de novembro A Escolhida, segundo volume da série escrita por Lois Lowry que já vendeu mais de doze milhões de exemplares no mundo. Além disso, a editora lança também Felizes para Sempre, último livro da série Quarteto de Noivas, de Nora Roberts.

Entre os autores consagrados da editora, os lançamentos são os livros Corra, Alex Cross e Um Passo em Falso, escritos por James Patterson e Harlan Coben, respectivamente. Por fim, pela Saída de Emergência Brasil, o grande lançamento é Outlander – A Libélula no Âmbar, segundo volume da série de sucesso de Diana Gabaldon.

Título: A Escolhida
ISBN: 978-85-8041-347-2
Autor: Lois Lowry
Páginas: 192
Sinopse:
Órfã e portadora de uma deficiência, Kira precisa enfrentar um futuro assustadoramente incerto. Vivendo em uma civilização que descarta os mais fracos, ela sofre hostilidade dos vizinhos, que a acusam de ser inútil para a comunidade.
Quando é chamada a julgamento pelo Conselho dos Guardiões, Kira se prepara para lutar pela vida. Mas, para sua surpresa, os autoritários chefes já têm outros planos e a encarregam de uma tarefa grandiosa: restaurar os bordados de uma túnica centenária que contam a história do mundo.
Escolhida por seu talento quase mágico para bordar, a jovem fica radiante com a honraria. Quando dá início ao minucioso serviço de investigação do passado, ela depara com uma série de mistérios nas profundezas do universo que achava conhecer tão bem. Confrontada com uma verdade chocante, Kira precisará tomar decisões que mudarão sua vida e toda a comunidade.
Em A escolhida, Lois Lowry traz ao leitor personagens e cenários distintos de O doador de memórias, mas que complementam a sensacional distopia e abrem um novo horizonte de reflexão para a tetralogia.

Resenha 291# - Dark House

Dark House, Karina Halle, tradução de Santiago Nazarian, 1ª edição, São Paulo-SP:
Única, 2014, 352 páginas.
Skoob: Clique Aqui.

Os pesadelos sempre aterrorizam Perry Palomino, mas os eventos sobrenaturais também atraem a jovem a ponto de levá-la a um farol abandonado há anos. Mistérios envolvem esse farol e o pouco que se sabe é sobre barcos que naufragaram e uma terrível morte que aconteceu no local. O farol também foi onde Perry se encontrou pela primeira vez com o misterioso Dex Foray.

Após o primeiro encontro e mudanças em sua sempre monótona vida, Perry volta a se unir a Dex. Eles são os únicos capazes de desvendar o mistério que assombra o farol e precisam estar juntos para que isso aconteça. Mas os dois não imaginam que essa aventura pode ir muito além e que os eventos sobrenaturais estão apenas começando.

“Havia algo estranho nesse lugar, algo vagamente familiar. Revirei meu cérebro tentando reconhecer algo mais tangível, mas nada veio à mente. Apesar do vento da costa, que então entrava livremente, havia uma quietude densa no ar. Era estranhamente atraente e muito sobrenatural” (pág. 40).

Nota Literária 27#

Novo Conceito relançará três obras do jornalista Fernando Morais
Autor de importantes biografias e livros de reportagem, como a biografia que deu origem ao filme “Olga”, o jornalista Fernando Morais assinou contrato com a editora Novo Conceito e terá três de seus livros republicados em 2015.
Os livros “O Mago”, “Na Toca dos Leões” e “Montenegro”, biografias de Paulo Coelho, Washington Olivetto e Marechal Montenegro, respectivamente, serão publicados através do selo Novas Páginas.

Widbook fecha parceria com editora Rocco
O Widbook fechou recentemente uma parceria com a editora Rocco e agora os escritores com obras publicadas na plataforma podem ganhar livros da editora. Toda semana os curadores da plataforma selecionam uma obra de destaque, que é classificada como e-Book da semana e divulgada para toda a base da comunidade como sugestão de leitura.
A partir de agora, o autor da obra escolhida será presenteado com um e-Book publicado pela Rocco. A editora será responsável por analisar o perfil do escritor e escolher um título para presenteá-lo. A proposta visa estimular os escritores do Widbook a continuar escrevendo.

Josy Stoque lança spin-off da Saga Os Qu4tro Elementos
No último dia 29 de outubro, quando foi comemorado o Dia do Livro, a autora Josy Stoque disponibilizou “Prometida”, volume 2.5 da saga Os Qu4tro Elementos. O livro deve ser lido após “Filho da Terra”, segundo volume da série iniciada com “Marcada a Fogo”.
“Prometida” está disponível em e-Book e também no formato paperback, ambos através da Amazon. Para adquiri-lo basta acessar o site oficial da autora clicando aqui.
"A vida pode ser uma benção e uma maldição"
Para que a vida da princesa recém-nascida seja salva, sua alma é prometida ao Filho da Terra e destinada a servi-lo o restante de seus dias. Em seu pescoço carrega uma pedra que é o lembrete constante de que em breve se encontrará com seu senhor. No entanto, quando se depara com o desconhecido Lucca Gonçalves, Mainá Kadiwéu verá que é impossível não lhe entregar também seu coração.

Morre, aos 97 anos, o poeta Manoel de Barros


Foto: Reprodução
Após duas semanas internado em um hospital de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, o poeta Manoel de Barros, de 97 anos, morreu na manhã dessa quinta-feira, 13, vítima de falência múltipla de órgãos. O corpo do poeta foi velado durante a tarde no cemitério Parque das Primaveras e enterrado às 18h20, horário local.

Um dos mais importantes poetas do século XX, Manoel estava internado desde o dia 24 de outubro, quando passou por uma cirurgia de desobstrução intestinal, e permaneceu na UTI do Proncor da capital sul-mato-grossense desde o dia 04 de novembro.

Segundo seu irmão, Abílio Leite de Barros, os últimos meses foram difíceis para o poeta, principalmente após a morte de um de seus filhos, em 2013 – ele havia perdido outro filho em 2007. A incapacidade de ler e escrever também afetava a vontade de viver de Manoel de Barros, que passou seus últimos momentos em uma cama ou cadeira de rodas, sendo alimentado por sonda, e não conseguindo fazer o que mais marcou sua longa vida.

O governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli, decretou luto oficial de três dias. Através de sua página oficial no Facebook o governador ressaltou ainda a importância do poeta como um ícone da poesia do Estado e disse: “pensemos em pessoas como Manoel de Barros para que espelhando-nos nelas possamos produzir e fazer algo pelo nosso Mato Grosso do Sul”.

A morte de Manoel de Barros repercutiu também internacionalmente. O escritor moçambicano Mia Couto afirmou que “Manoel não termina nunca”. “Sua vida tornou-se a Vida, transferiu-se para a palavra encantada que ele criou, para esse ‘errar bonito’ que os seus versos sugerem”, concluiu o ganhador do Prêmio Camões 2013.

Ocupante da cadeira nº 1 da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, Manoel de Barros deixa uma filha, sete netos, cinco bisnetos e a esposa, com quem permaneceu casado por 67 anos.